Paulo Gracindo – O tal de nome artístico foi criado para mim

“Uns me chamavam de Petrópolis, outros de Pelopes. A empregada me chamava de Envelope.”

Paulo Gracindo, que foi batizado como ‘Pelópidas Guimarães Brandão Gracindo’, no palco mudou o nome para Paulo Gracindo, para facilitar a vida dos outros, como ele dizia a todos. / Fonte: Wikiwand