☺ CAPA – Cora Coralina 128 Anos

▒ CIDADE – São Bernardo do Campo (SP) 464 Anos

▒ ANIV. – Frei Caneca • Jacqueline Susann • Décio Pignatari • Isaac Hayes • Rajiv Gandhi • José Wilker • Robert Plant • Joan Allen • Martha Medeiros • Heitor Martinez • Amy Adams • Jamie Cullum • Andrew Garfield • Demi Lovato • Liana Liberato

▒ FATOS – Senegal • Marte • Voyager II • Gorbachev • Rio 2016 ▒ ÓBITOS – Fred Hoyle • Leopoldo Serran

1 ▒ POSTER e VÍDEOS

GALERIA de VÍDEOS
Principais Vídeos da WEB publicados no Acontecimentos do Dia e outras WEB TVs da Rede Sampaio

2 ▒ NASCIMENTOS

1946José Wilker ▒ José Wilker Almeida (Juazeiro do Norte, 20 de agosto de 1944[nota 1]Rio de Janeiro, 5 de abril de 2014) foi um ator, diretor, narrador, apresentador e crítico de cinema brasileiro. Considerado um dos maiores atores de sua geração, marcou época e personagens, no cinema, no teatro e na televisão.

Amante de cinema, possuía aproximadamente quatro mil fitas em casa. Mostrou ao público essa faceta assinando uma coluna semanal sobre o assunto no Jornal do Brasil e fazendo comentários de filmes nos canais de televisão por assinatura Telecine da Globosat. Wilker era também comentarista oficial da transmissão da premiação do Oscar da Rede Globo, além de apresentar o programa Palco & Plateia, que é transmitido pelo Canal Brasil.


1779Frei Caneca ▒ Joaquim da Silva Rabelo, depois Frei Joaquim do Amor Divino Rabelo, mas popularmente conhecido apenas como Frei Caneca (Recife, 20 de agosto de 1779 — Recife, 13 de janeiro de 1825), foi um religioso e político brasileiro. Esteve implicado (era um dos principais líderes) na Revolução Pernambucana (1817) e na Confederação do Equador (1824). Como jornalista, esteve à frente do Typhis Pernambucano.


1918Jacqueline Susann ▒ Jacqueline Susann (Filadélfia, Pensilvânia, 20 de Agosto de 1918Nova Iorque, 21 de Setembro de 1974) foi uma atriz e escritora norte-americana conhecida pelos seus romances que foram muito vendidos. O seu livro mais notável foi Valley of the Dolls Vale das Bonecas (em português), um livro que quebrou todos os recordes de vendas e que deu origem a um filme e a uma série televisiva.


1927Décio Pignatari ▒ Décio Pignatari (Jundiaí, 20 de agosto de 1927São Paulo, 2 de dezembro de 2012)[1] foi um publicitário, poeta, ator, ensaísta, professor e tradutor brasileiro. Desde os anos 1950, realizava experiências com a linguagem poética, incorporando recursos visuais e a fragmentação das palavras. Tais aventuras verbais culminaram no Concretismo, movimento estético que fundou junto com Augusto e Haroldo de Campos


1942Isaac Hayes ▒ Isaac Lee Hayes, Jr. (Covington, 20 de agosto de 1942Memphis, 10 de agosto de 2008)[1] foi um cantor e compositor americano. Foi uma das principais forças criativas da gravadora Stax Records, servindo como compositor e produtor ao lado do parceiro David Porter durante a metade dos anos 60.


1944Rajiv Gandhi ▒ Rajiv Gandhi (Bombaim, 20 de agosto de 1944 — Sriperumbudur, Tamil Nadu, 21 de maio de 1991) foi primeiro-ministro da Índia entre 1984 e 1989 e líder do Partido do Congresso Nacional Indiano. Filho mais velho de Indira Gandhi, a quem sucedeu no governo indiano.


1948Robert Plant ▒ Robert Anthony Plant, CBE (West Bromwich, 20 de agosto de 1948) é um músico, cantor, e compositor britânico mais conhecido por seu trabalho como vocalista da banda de rock Led Zeppelin. Foi eleito o 15º melhor vocalista da história pela revista Rolling Stone,[1] e em 2006 a revista Hit Parader colocou Plant como o “melhor vocalista de heavy metal de todos os tempos”.[2][3]


1956Joan Allen ▒ Joan Allen (Rochelle, 20 de agosto de 1956) é uma atriz norte-americana. Ela recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz (coadjuvante/secundária) interpretando Pat Nixon no filme Nixon (1995) e pelo papel da esposa de um marido acusado de caça às bruxas em As Bruxas de Salém (1996).

1961Martha Medeiros ▒ Martha Medeiros (20 de agosto de 1961) é uma jornalista, escritora, aforista e poetisa brasileira. É colunista do jornal Zero Hora de Porto Alegre, e de O Globo, do Rio de Janeiro. No Chile, passou a escrever poesia, o que acabou sendo um divisor de águas em sua vida. Quando voltou para Porto Alegre, começou a escrever crônicas.


1967Heitor Martinez ▒ Heitor Martinez Mello (Rio de Janeiro, 20 de agosto de 1967) é um ator brasileiro de cinema e televisão. Estreou no filme Tieta do Agreste, de Cacá Diegues, e posteriormente trabalhou também em Tiradentes, de Oswaldo Caldeira, no papel do inconfidente José Álvares Maciel. Seu primeiro grande sucesso foi no filme Como Ser Solteiro, ao lado de Rosana Garcia, Ernesto Piccolo e Cássia Linhares.


1974Amy Adams ▒ Amy Lou Adams[1] (Vicenza, 20 de agosto de 1974) é uma atriz e cantora norte- americana, nascida em Itália. Recebeu três indicações ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelas suas performances como a ingênua freira James em Doubt (2008), Charlene Fleming em The Fighter (2010) e Peggy Dodd em The Master (2012).

Venceu duas vezes consecutivas o Globo de Ouro de Melhor Atriz em filme de comédia ou musical pelos desempenhos como a vigarista Sydney Prosser na comédia policial American Hustle (2013), e como a pintora Margaret Keane na cinebiografia Big Eyes (2014), sendo indicada ao Oscar de Melhor Atriz pelo primeiro.


1979Jamie Cullum ▒ Jamie Cullum (Essex, Inglaterra, 20 de Agosto de 1979) é um cantor e pianista de jazz contemporâneo inglês, considerado uma referência na recriação deste gênero musical. Jamie faz sucesso na Europa e na Ásia, onde além de covers, faz temas de sua própria autoria distribuídos em sete discos.


1983Andrew Garfield ▒ Andrew Russell Garfield (Los Angeles, Califórnia, 20 de agosto de 1983)[1] é um ator anglo-americano. Atuou em 2010 no filme A Rede Social, pelo qual recebeu indicações ao Globo de Ouro e ao BAFTA de melhor ator coadjuvante. Em 2016, apareceu em dois dramas históricos aclamados pela crítica: Hacksaw Ridge, de Mel Gibson e Silence, de Martin Scorsese. Também deu vida a Peter Parker / Homem-Aranha.


1992Demi Lovato ▒ Demetria “Demi” Devonne Lovato (Albuquerque, Novo México, 20 de agosto de 1992) é uma cantora, atriz e compositora norte- americana. Atuou como a protagonista Mitchie Torres no filme original do Disney Channel Camp Rock. Também foi jurada na segunda e terceira temporadas da versão norte-americana do reality show The X Factor.


1995Liana Liberato ▒ Liana Daine Liberato (Galveston, 20 de agosto de 1995) é uma atriz norte- americana. Liana é mais conhecida por interpretar Annie Cameron no filme de 2010, Confiar[1]. Além dele, um dos seus maiores sucessos foi no filme Se eu Ficar, interpretando Kim.

3 ▒ CAPA do DIA

Cora Coralina

128 Anos

Cora Coralina, pseudônimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas (Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889Goiânia, 10 de abril de 1985), foi uma poetisa e contista brasileira.

Considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras.

Ela teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965 (Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais),[1] quando já tinha quase 76 anos de idade.[2][3]

Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.

Biografia

Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, ou Cora Coralina, era filha de Francisco de Paula Lins dos Guimarães Peixoto, desembargador nomeado por D. Pedro II, e de dona Jacyntha Luiza do Couto Brandão.

Ela nasceu e foi criada às margens do Rio Assunção.

Estima-se que essa casa foi construída em meados do século XVIII, tendo sido uma das primeiras edificações da antiga Vila Boa (Goiás).

Começou a escrever os seus primeiros textos aos 14 anos, publicando-os posteriormente nos jornais da cidade de Goiânia, e nos jornais de outras cidades, como constitui exemplo o semanário “Folha do Sul” da cidade goiana de Bela Vista e nos periódicos de outros rincões, assim como a revista A Informação Goiana do Rio de Janeiro, que começou a ser editada a 15 de julho de 1917.

Apesar da pouca escolaridade, uma vez que cursou somente as primeiras quatro séries, com a Mestra Silvina (Mestre-Escola Silvina Ermelinda Xavier de Brito (1835 – 1920)).

Conforme Assis Brasil, na sua antologia “A Poesia Goiana no Século XX” (Rio de Janeiro: IMAGO Editora, 1997, página 66), “a mais recuada indicação que se tem de sua vida literária data de 1907, através do semanário ‘A Rosa’, dirigido por ela própria e mais Leodegária de Jesus, Rosa Godinho e Alice Santana.”

Todavia, constam trabalhos seus nos periódicos goianos antes dessa data.

É o caso da crônica “A Tua Volta”, dedicada ‘Ao Luiz do Couto, o querido poeta gentil das mulheres goianas’, estampada no referido semanário “Folha do Sul”, da cidade de Bela Vista, ano 2, n. 64, p. 1, 10 de maio de 1906. No jornal Tribuna Espírita – Rio de Janeiro, 31 de dezembro de 1905.

Ao tempo em que publica essa crônica, ou um pouco antes, Cora Coralina começa a frequentar as tertúlias do “Clube Literário Goiano”, situado em um dos salões do sobrado de dona Virgínia da Luz Vieira. Que lhe inspira o poema evocativo “Velho Sobrado”.

Quando começa então a redigir para o jornal literário “A Rosa” (1907). Publicou, nessa fase, em 1910, o conto Tragédia na Roça.

Em 1911, foi para o estado de São Paulo com o advogado Cantídio Tolentino de Figueiredo Bretas, que exercia o cargo de Chefe de Polícia, equivalente ao de secretário da Segurança, do governo do presidente Urbano Coelho de Gouvêa – 1909 – 1912, onde viveu durante 45 anos, inicialmente no município de Jaboticabal onde nasceram seus seis filhos: Paraguaçu, Eneas, Cantídio, Jacyntha, Ísis e Vicência.

Ísis e Eneas morreram logo depois de nascer.

Em 1924, mudou para São Paulo.

Ao chegar à capital, teve de permanecer algumas semanas trancada num hotel em frente à Estação da Luz, uma vez que os revolucionários de 1924 haviam parado a cidade.

Em 1930, presenciou a chegada de Getúlio Vargas à esquina da rua Direita com a Praça do Patriarca. Seu filho Cantídio participou da Revolução Constitucionalista de 1932.

Com a morte do marido, passou a vender livros.

Posteriormente, mudou-se para Penápolis, no interior do estado, onde passou a produzir e vender linguiça caseira e banha de porco.

Mudou-se em seguida para Andradina, cidade que atualmente, mantém uma casa da cultura com seu nome, em homenagem.

Em 1956, retorna a Goiás.

Ao completar 50 anos, a poetisa relata ter passado por uma profunda transformação interior, a qual definiria mais tarde como “a perda do medo”. Nessa fase, deixou de atender pelo nome de batismo e assumiu o pseudônimo que escolhera para si muitos anos atrás.

Durante esses anos, Cora não deixou de escrever poemas relacionados com a sua história pessoal, com a cidade em que nascera e com ambiente em que fora criada.

Ela chegou ainda a gravar um LP declamando algumas de suas poesias.

Lançado pela gravadora Paulinas Comep, o disco ainda pode ser encontrado hoje em formato CD.

Cora Coralina faleceu em Goiânia, de pneumonia.

A sua casa na Cidade de Goiás foi transformada num museu em homenagem à sua história de vida e produção literária.

Primeiros passos literários

Os elementos folclóricos que faziam parte do cotidiano de Ana serviram de inspiração para que aquela frágil mulher se tornasse a dona de uma voz inigualável e sua poesia atingisse um nível de qualidade literária jamais alcançado até aí por nenhum outro poeta do Centro-Oestebrasileiro.

Senhora de poderosas palavras, Ana escrevia com simplicidade e seu desconhecimento acerca das regras da gramática contribuiu para que sua produção artística priorizasse a mensagem ao invés da forma.

Preocupada em entender o mundo no qual estava inserida, e ainda compreender o real papel que deveria representar, Ana parte em busca de respostas no seu cotidiano, vivendo cada minuto na complexa atmosfera da Cidade de Goiás, que permitiu a ela a descoberta de como a simplicidade pode ser o melhor caminho para atingir a mais alta riqueza de espírito.

Divulgação nacional

Foi ao ter a segunda edição (1978) de Poemas dos becos de Goiás e estórias mais, composta e impressa pelas Oficinas Gráficas da Universidade Federal de Goiás, com capa (retratando um dos becos da cidade de Goiás) e ilustrações elaboradas pela consagrada artista Maria Guilhermina, orelha de J.B. Martins Ramos, e prefácio de Oswaldino Marques, saudada por Carlos Drummond de Andrade no Jornal do Brasil, a 27 de dezembro de 1980, que Aninha, já conhecida como Cora Coralina, ganhou a atenção e passou a ser admirada por todo o Brasil.

“Não estou fazendo comercial de editora, em época de festas. A obra foi publicada pela Universidade Federal de Goiás. Se há livros comovedores, este é um deles.” Manifesta-se, ao ensejo, o vate Drummond.

A primeira edição de Poemas dos Becos de Goiás e estórias mais, seu primeiro livro, foi publicado pela Editora José Olympio em 1965, quando a poetisa já contabilizava 75 anos.

Reúne os poemas que consagraram o estilo da autora e a transformaram em uma das maiores poetisas de Língua Portuguesa do século XX. Já a segunda edição, repetindo, saiu em 1978 pela imprensa da UFG. E a terceira, em 1980.

Desta vez, pela recém implantada editora da UFG, dentro da Coleção Documentos Goianos.

Onze anos depois da primeira edição de Poemas dos Becos de Goiás e estórias mais, compôs, em 1976, Meu Livro de Cordel. Finalmente, em 1983 lançou Vintém de Cobre – Meias Confissões de Aninha (Ed. Global).

Cora Coralina recebeu o título de Doutor Honoris Causa da UFG (1983).

E, logo depois, no mesmo ano, foi eleita intelectual do ano e contemplada com o Prêmio Juca Pato da União Brasileira dos Escritores.

Dois anos mais tarde, veio a falecer. A 31 de janeiro de 1999, a sua principal obra, Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, foi aclamada através de um seleto júri organizado pelo jornal O Popular, de Goiânia, uma das 20 obras mais importantes do século XX.

Enfim, Cora torna-se autora canônica.

20 de Agosto – Cora Coralina – 1889 – 128 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Bruna Lombardi e Cora Coralina.

Bibliografia da autora

Em ordem cronológica, as obras de Cora Coralina:[4]

  • Poemas dos Becos de Goiás e estórias mais (poesia), 1965 (Editora José Olympio).
  • Meu Livro de Cordel, (poesia), 1976
  • Vintém de Cobre – Meias confissões de Aninha (poesia), 1983
  • Estórias da Casa Velha da Ponte (contos), 1985
  • Meninos Verdes (infantil), 1986 (póstumo)
  • Tesouro da Casa Velha (poesia), 1996 (póstumo)
  • A Moeda de Ouro que o Pato Engoliu (infantil), 1999 (póstumo)
  • Vila Boa de Goias (poesia), 2001 (póstumo)
  • O Prato Azul-Pombinho (infantil), 2002 (póstumo)

CITAÇÃO

Cora Coralina – Tem que saber de humildade

“Feliz aquele que transfere o que sabe … e aprende o que ensina.”

Cora Coralina – Vintém de cobre: meias confissões de Aninha‎ – Página 136, de Cora Coralina

– UFG Editora, 1983 – 195 páginas / Fonte: Wikiquote

“O saber a gente aprende com os mestres e os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes.”

Cora Coralina / Fonte: Pensador

Cora Coralina

Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas

(Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889Goiânia, 10 de abril de 1985)

128 Anos

4 ▒ ACONTECIMENTOS


1960 – O Senegal divide-se do Mali e declara a independência.


1975 – A NASA lança a sonda Viking 1 em direção a Marte.


1977 – A nave Voyager II é lançada para explorar outros planetas. Antes de sair do sistema solar, passou por Júpiter, Saturno, Urano e Mercúrio.



1991 – Uma multidão protesta contra o golpe que derrubou o líder soviético Mikhail Gorbachev por um dia. O povo abraçou o prédio do Parlamento com bandeiras da Rússia.



2016 – A Seleção Brasileira Olímpica conquista pela primeira vez a medalha de ouro nas Olimpíadas.

5 ▒ FALECIMENTOS


2001Fred Hoyle ▒ Fred Hoyle, Kt. (Bingley, Yorkshire, 24 de junho de 1915Bournemouth, Dorset, 20 de agosto de 2001) foi um astrônomo britânico famoso por algumas teorias que iam de encontro à opinião científica corrente e um escritor de ficção científica, incluindo alguns livros co- escritos pelo filho, Geoffrey Hoyle. Fred Hoyle passou a maior parte da carreira no Instituto de Astronomia da Universidade de Cambridge, de que foi diretor vários anos.

2008Leopoldo Serran ▒ Leopoldo Serran (Rio de Janeiro, 6 de maio de 1942 — Rio de Janeiro, 20 de agosto de 2008) foi um roteirista e escritor brasileiro[1]. Trabalhou com Bruno Barreto em filmes como Dona Flor e Seus Dois Maridos, Gabriela, Cravo e Canela e O Que É Isso, Companheiro?. Escreveu também roteiros para Arnaldo Jabor, Fábio Barreto (O Quatrilho), Cacá Diegues e Murilo Salles, entre outros. Escreveu os romances Shirley, a história de um travesti (1979)[2] e Arara Carioca (2007)[3] .

6 ▒ FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

Dia do Maçom

7 ▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

  • 1978 – Um atentado no cine-teatro Rex, em Abadan, no Irã, provocou a morte de mais de 430 pessoas. Este atentado causou controvérsia, não estando verdadeiramente apurados os verdadeiros autores morais: a SAVAK ou os defensores de Khomeini.
  • 2008Acidente com um avião da Spanair quando tentava descolar no Aeroporto de Barajas, em Madrid, resulta em 154 mortes.

8 ▒ CIDADES ANIVERSARIANTES

Dados do IBGE

20

Assis Chateaubriand (PR)

20

Barra de Santo Antônio (AL)

20

Catalão (GO)

20

Ibiquera (BA)

20

Lavras da Mangabeira (CE)

20

Muricilândia (TO)

20

Palmeira dos Índios (AL)

20

Rincão (SP)

20

Santo Antônio da Platina (PR)

20

São Bernardo do Campo (SP)

20

Sapucaia do Sul (RS)

20

Tambaú (SP)

20

União dos Palmares (AL)

São Bernardo do Campo – SP

464 Anos

20 de agosto de 1553

saobernardo.sp.gov.br

São Bernardo do Campo é um município brasileiro do estado de São Paulo, na mesorregião Metropolitana de São Paulo e microrregião de São Paulo.

sua população de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2016, é de 822,242 habitantes, o que resulta em uma densidade demográfica de 2024,33 hab/km².

Localiza-se no alto da Serra do Mar, do planalto Atlântico, ocupa uma área de 408,45 quilômetros quadrados, e a altitude varia entre 60 metros do nível do mar, na junção do rio Passareúva com o rio dos Pilões (pé da Serra) até 986,5 metros, no Pico do Bonilha, no bairro Montanhão

Pertence a Zona Sudeste da Grande São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1.139, de 16 de junho de 2011[8] e, consequentemente, com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI).[9] A área total do município é de 409.88 km². 

A cidade detém esse nome em honra a São Bernardo de Claraval, santo patrono da cidade.

História

Pode-se dividir a história de São Bernardo do Campo em várias fases.

20 de Agosto – Paço Municipal e entorno — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

A primeira, intimamente ligada às das vizinhas Santo André e São Paulo, se iniciou em 1550, quando a cidade de Santo André da Borda do Campo começou a se organizar.

No início de 1550 os padres jesuítas que desbravaram o Brasil em busca de catequizar os índios descobriram que na região de São Bernardo do Campo havia índios canibais.

Seu fundador foi João Ramalho, que se casou com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá dos índios guaianases que posteriormente tornou-se alcaide.

A oficialização da cidade se deu em 8 de abril de 1553, quando foi erguido o pelourinho da vila denominada Santo André da Borda do Campo.

20 de Agosto – Entorno do Paço — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Essa fase teve fim no ano de 1560, quando seus habitantes foram transferidos para São Paulo de Piratininga.[10]

A documentação do período hoje se encontra arquivada na cidade de São Paulo.

Após esse evento, a vila vive um período de grande estagnação, sendo transformada em uma grande sesmaria, da qual Amador de Medeiros era o provedor.

O mesmo Amador de Medeiros doa a sesmaria aos monges beneditinos do Mosteiro de São Bento, que a transformam em duas grandes fazendas, a de São Caetano e a de São Bernardo, em 1717.

A população residente no núcleo da Fazenda de São Bernardo manifestou a vontade de erigir uma nova igreja, mas não poderia fazer isto em terras do mosteiro.

20 de Agosto – Igreja Matriz — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Por conta disso, foi realizada a transferência da sede da vila, que ficava na margem esquerda do Ribeirão dos Couros (hoje Ribeirão dos Meninos), para outro ponto, às margens do mesmo rio, onde, em 1812, surge a Igreja Matriz e são traçadas as primeiras ruas, derivadas da Estrada Geral de Santos (Caminho do Mar ou Estrada do Vergueiro), que seriam o ponto inicial do núcleo urbano do município.

Em 1938, por decreto do governador do estado de São Paulo, Ademar de Barros, Santo André passa a ser a sede do município de São Bernardo, e não mais a vila de São Bernardo, pois o núcleo/distrito de Santo André alcança prosperidade devido à proximidade da ferrovia.

O nome São Bernardo “do Campo” homenageia Santo André da Borda do Campo, vila fundada por João Ramalho, e foi escolhido por já haver uma cidade no estado do Maranhão com o nome São Bernardo.

Em 1957, ocorre a emancipação política de Vila Conceição, que se torna um novo município com o nome de Diadema.

Ainda nas décadas de 50/60 do século XX, São Bernardo do Campo recebe o parque automobilístico brasileiro, então em franca expansão.

O parque chega para alavancar de uma vez por todas o desenvolvimento do município, que, de 60.000 habitantes em 1960, passa a ter 740.000 já em 2000. Desta forma, a indústria automobilística/ autopeças passa a designar a cidade como a “Capital do Automóvel”.

Além desse título, a cidade ostenta o de Capital da Indústria Moveleira, que veio ainda no século XIX, com a produção de móveis pelos primeiros imigrantes europeus.

Clima

Clima quente e temperado com temperatura média de 18 °C, tendo as estações do ano já relativamente bem definidas.

Os verões se caracterizam pelo clima quente e úmido (com pluviosidade média de 234 mm no mês de janeiro), enquanto os invernos têm como característica temperaturas mais frias e menor incidência de chuvas (pluviosidade média em torno dos 44 mm em Julho, com estiagens mais severas em alguns anos e umidade relativa do ar abaixo de 40%, devida ao fenômeno das ilhas de calor urbanas.

Primavera e outono se caracterizam como estações de transição.

20 de Agosto – Indústrias — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Economia

Desde a década de 1950, o município tem sua economia baseada na indústria automobilística – sede das primeiras montadoras de veículos do Brasil, tais como Volkswagen, Ford, Scania, Toyota, Mercedes-Benz, Karmann Ghia e Willys-Overland – além das indústrias de autopeças que as suportam, de indústrias de tintas, como a Basf, que produz as tintas Suvinil, e da maior planta industrial do mundo de dentifrícios da Colgate-Palmolive.

20 de Agosto – Centro de Formação de Professores de São Bernardo do Campo (CENFORPE) — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Na década de 1990, a economia da região teve uma grande diversificação, o que elevou a importância do setor de serviços na cidade.

O comércio é variado e encontrado em todos os bairros, destacando-se o tradicional comércio da Rua Marechal Deodoro e adjacências, e o conhecido nacionalmente Centro Moveleiro da Jurubatuba, que dá a São Bernardo do Campo a denominação de Capital do Móvel.

20 de Agosto – Fachada do Shopping Metrópole e novos prédios da região — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Shoppings

Grandes shoppings de São Bernardo do Campo :

  • Shopping Metrópole
  • Golden Square Shopping
  • São Bernardo Plaza Shopping
  • Shopping do Coração

Transportes

O município é atendido por ônibus da empresa SBCTRANS, consórcio que opera as linhas municipais, pela EMTU, que opera o Corredor Metropolitano São Mateus – Jabaquara, interligando São Bernardo do Campo (Terminal São Bernardo e Terminal Ferrazópolis) aos municípios vizinhos de Diadema, Santo André e São Paulo, além de ônibus de empresas que gerem linhas intermunicipais que passam por São Bernardo.

A ETCSBC, extinta no final dos anos 90, ainda existe mas somente gerencia o transporte municipal.

20 de Agosto – Rodoviária da cidade — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Rodovias

São Bernardo do Campo é atendida pelas seguintes rodovias:

20 de Agosto – Faculdade de Direito — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Educação

São Bernardo tem o maior número de universidades e faculdades no ABC:

20 de Agosto – Paredes de escalada — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Esporte

Jogos escolares

Este é sem dúvidas um dos maiores eventos esportivos da cidade de São Bernardo, toda a comunidade escolar participa ativamente desta competição, que teve início em 1965 como “I Torneio Colegial” com a participação de 416 alunos divididos em 6 modalidades.

Agremiações Esportivas

Além dos jogos escolares, São Bernardo do Campo também tem como atrações esportivas:

Entre as várias arenas esportivas se destacam o Estádio 1 de Maio, o Estádio Baetão e o Ginásio Adib Móysés Dib, com capacidade para 7.500 pessoas.

20 de Agosto – Fábrica da Toyota — São Bernardo do Campo (SP) — 464 Anos em 2017.

Curiosidades

  • A expressão “Batateiro” nasceu da rivalidade futebolística com Santo André nos anos de 1920. Após um jogo os adversários andreenses foram alvejados com batatas podres atiradas pelos moradores de São Bernardo do Campo, ficando assim conhecidos como “Batateiros”.[22]
  • As principais atrações turísticas de São Bernardo são: Parque Raphael Lazzuri, Parque Esportes Radicais, Parque Estadual da Serra do Mar e a Cidade da Criança;[23]
  • O primeiro time de futebol da cidade foi a Associação Athlética São Bernardo, fundada em 1917 e fechada em 1922. Foi a AA que protagonizou os primeiros episódios envolvendo batateiros e ceboleiros.
  • São Bernardo tem pelo menos 10 cachoeiras.
  • Até 1929, uma linha de trem passava pela cidade. A linha férrea fazia o percurso pela Av. Pereira Barreto, entrava no Nova Petrópolis, percorria a atual Av. Wallace Simonsen e retornava pela Marechal Deodoro, passando em frente a Praça da Matriz com estação final nas proximidades da atual Praça Lauro Gomes.[24]

9 ▒ GALERIA de FOTOS

10 ▒ CRÉDITOS

Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

SITE ► acontecimentosdodia.com

FONTE PRINCIPAL ► WIKIWAND

OUTRAS FONTES de PESQUISA:

Cidades IBGEFilmowAdoro CinemaBIO (facebook)GShowAniv.DiaAniv.FamososHistoryHistory (facebook)

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor

PESQUISA e REALIZAÇÃO

Anúncios

Escrito por Paul Sampaio

PAUL SAMPAIO CHEDIAK ALVES é professor, locutor, apresentador de rádio e TV, web designer e diretor fundador da REDE SAMPAIO de Televisão e Sites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s