1 de Agosto – José Padilha e Bauru (SP) – 2017

☺ CAPA • José Padilha 50 Anos

▒ CIDADE • Bauru (SP) 121 Anos

▒ NASCIMENTOS • Edward Kelley • Jean-Baptiste de Lamarck • Francis S. Key • Herman Melville • John Friend Mahoney • Renata Fronzi • Neuza Amaral • Dom DeLuise • Yves S. Laurent • Ney Matogrosso • Bruna Lombardi • Felipe Camargo • Sam Mendes • Sérgio Moro

▒ FALECIMENTOS • Orlando Orfei

1 ▒ POSTER e VÍDEOS

GALERIA de VÍDEOS
Principais Vídeos da WEB publicados no Acontecimentos do Dia e outras WEB TVs da Rede Sampaio

2 ▒ NASCIMENTOS

1555Edward Kelley ▒ Edward Kelleyou Kelly, também conhecido como Edward Talbot (1 de Agosto,15551 de novembro, 1597) era considerado por muitos como um criminoso auto- declarado médium, cujo trabalhou com John Dee em suas investigações mágicas.

No entanto, o sistema Enochiano em si demonstra que Kelley não foi um charlatão.[1] Considerado por Dee uma pessoa sensivelmente capaz de receber mensagens espirituais ao ver alguns cristais ou pedras refletidas no Sol, essa arte é chamada de cristalomancia.


1744Jean-Baptiste de Lamarck ▒ Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck (Bazentin, 1 de agosto de 1744Paris, 28 de dezembro de 1829) foi um naturalista francês que desenvolveu a teoria dos caracteres adquiridos, uma teoria da evolução agora desacreditada.

Lamarck personificou as ideias pré-darwinistas sobre a evolução. Foi ele que, de fato, introduziu o termo biologia.


1779Francis Scott Key ▒ Francis Scott Key (Condado de Carroll (Maryland), 1 de agosto de 1779Baltimore, 11 de janeiro de 1843) foi um juiz e um poeta amador estadunidense, mais conhecido pela autoria do atual hino dos Estados Unidos, The Star-Spangled Banner. Key assistiu a Batalha de Baltimore e a consequente derrota das tropas americanas no Fort McHenry.

Durante o conflito, Key avistou uma bandeira americana ainda tremulando em meio à destruição das tropas americanas e sentiu-se inspirado a escrever um poema. Assim nasceria, no seu retorno à Baltimore, o hino dos Estados Unidos.


1819Herman Melville ▒ Herman Melville (1 de agosto de 1819, Nova York28 de setembro de 1891, Nova York) foi um escritor, poeta e ensaísta norte-americano.

Faleceu quase completamente esquecido, sem conhecer o sucesso que sua mais importante obra, o romance Moby Dick, alcançaria no século XX.

Depois de sua morte, e de trinta anos guardado numa lata, Billy Budd, o romance inédito de Melville, foi publicado em 1924.


1889John Friend Mahoney ▒ John Friend Mahoney (Fond du Lac, 1 de agosto de 18891957) foi um médico estadunidense. Foi pioneiro no tratamento da sífilis com penicilina.[1]


1925Renata Fronzi ▒ Renata Mirra Ana Maria Fronzi (Rosário, 1 de agosto de 1925Rio de Janeiro, 15 de abril de 2008) foi uma atriz brasileira nascida na Argentina.

O auge de popularidade de sua carreira foi a personagem Helena, no célebre teleteatro de comédia intitulado Família Trapo, na TV Record (Canal 7 de São Paulo, atual Rede Record).


1930Neuza Amaral ▒ Neusa Gouveia da Silva do Amaral, conhecida como Neuza Amaral (São José do Barreiro, 1 de agosto de 1930Rio de Janeiro, 19 de abril de 2017) foi uma atriz e política brasileira, eleita vereadora pelo Rio de Janeiro.[2]

No cinema, atuou em cerca de vinte produções nacionais, muitas das quais foram sucesso de crítica e público como Memórias de um Gigolô (1970) e O Que é Isso, Companheiro?. (1997)[4]

1933Dom DeLuise ▒ Dominick “Dom” DeLuise (Brooklyn, Nova York, 1 de agosto de 1933Los Angeles, Califórnia, 4 de maio de 2009)[1] foi um ator, comediante, diretor, produtor e chef norte- americano.


1936Yves Saint Laurent ▒ Yves Henri Donat Mathieu-Saint Laurent (Oran, 1 de Agosto de 1936Paris, 1 de Junho de 2008) foi um designer de moda francês, fundador da marca Saint Laurent, e um dos nomes mais significativos da alta-costura do século XX. Um dos símbolos máximos da sofisticação e do bom gosto em moda por quase quatro décadas, amigo de algumas das mais ricas e famosas mulheres do mundo.


1941Ney Matogrosso ▒ Ney de Souza Pereira (Bela Vista, 1 de agosto de 1941), mais conhecido como Ney Matogrosso, é um cantor, diretor e ator brasileiro. Ex-integrante dos Secos & Molhados (1973-1974), foi o artista que mais se sobressaiu do grupo após iniciar sua carreira solo com o disco Água do Céu – Pássaro (1975) e com suas apresentações subsequentes. É considerado pela revista Rolling Stone como a terceira maior voz brasileira de todos os tempos.


1952Bruna Lombardi ▒ Bruna Patrizia Maria Teresa Romilda Lombardi[1] (São Paulo[2][3][4][5] ou Rio de Janeiro[6], 1 de agosto de 1952) é uma atriz, modelo e escritora brasileira. Sua estreia na televisão foi em 1977, na telenovela Sem Lenço, sem Documento, de Mário Prata, pela TV Globo. É casada com o ator Carlos Alberto Riccelli, com quem tem um filho, Kim, nascido em 1981. A família vive nos Estados Unidos. Foi também apresentadora do programa de entrevista com personalidades Gente de Expressão.


1960Felipe Camargo ▒ Luiz Felipe de Camargo e Almeida Neto (Rio de Janeiro, 1 de agosto de 1960) é um ator brasileiro. Despontou para a fama ao protagonizar a clássica minissérie Anos dourados (1986), de Gilberto Braga, em que fez o protagonista e par romântico com Malu Mader. Participou de Andando nas Nuvens, de Euclydes Marinho, Um Anjo Caiu do Céu, de Antonio Calmon, Senhora do Destino, de Aguinaldo Silva, A Padroeira e Alma Gêmea, ambas de Walcyr Carrasco e Cobras & Lagartos, de João Emanuel Carneiro.


1965Sam Mendes ▒ Samuel Alexander “Sam” Mendes, CBE (Reading, 1 de agosto de 1965) é um diretor de cinema e teatro, e produtor de cinema britânico. Ele é mais conhecido por dirigir os filmes American Beauty, Road to Perdition e Skyfall. Por American Beauty, Mendes venceu o Oscar de melhor diretor e o Globo de Ouro de melhor diretor.


1972Sérgio Moro ▒ Sérgio Fernando Moro OMM[4] (Maringá, 1º de agosto de 1972) é um magistrado, escritor e professor universitário brasileiro.[5] É juiz federal da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba[6] e professor de direito processual penal na Universidade Federal do Paraná. Moro ganhou enorme notoriedade nacional e internacional por comandar, desde março de 2014, o julgamento em primeira instância dos crimes identificados na Operação Lava Jato.

3 ▒ CAPA do DIA

José Padilha

50 Anos

José Bastos Padilha Neto [1] (Rio de Janeiro, 1º de agosto de 1967) é um cineasta, roteirista, documentarista e produtor cinematográfico brasileiro.

Graduado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica, estudou Economia Política, Literatura Inglesa e Política Internacional em Oxford, Inglaterra.

Fundou em 1997, com o fotógrafo e diretor Marcos Prado, a Zazen Produções.

Seu primeiro roteiro produzido foi o documentário para a televisão Os carvoeiros, em 1999.

Sua estreia como diretor de cinema foi no premiado documentário Ônibus 174, de 2002. Seu primeiro longa de ficção foi o sucesso Tropa de Elite, em 2007.

Em 2008, Padilha foi incluído na lista 10 Directors to Watch da revista Variety.[2]

Padilha dirigiu RoboCop, remake do filme homônimo de 1987.[9]

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Wagner Moura e José Padilha no set de ‘Rio, eu te amo’.

Em 2015, Padilha dirigiu a série Narcos da Netflix, sobre Pablo Escobar.

Ao lado de Fernando Meirelles, foi o primeiro diretor anunciado no projeto Rio, Eu Te Amo, da franquia Cities of Love.

Início de vida

José Padilha nasceu em 1º de agosto de 1967, na cidade do Rio de Janeiro.

Formou-se em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro,[3][4] 

É neto de José Bastos Padilha, presidente do Clube de Regatas do Flamengo entre 1933 e 1937, falecido durante a construção do estádio que leva o seu nome o Estádio da Gávea.

Carreira

Produtor e roteirista (1987-2000)

Foi produtor do filme Tanga: Deu no New York Times (1987), dirigido por Henfil, e trabalhou na viabilização financeira de Boca de Ouro, de Walter Avancini.

Escreveu e produziu o documentário Os carvoeiros (1999), dirigido por Nigel Noble.

Dirigiu e produziu ainda o documentário para TV, Os Pantaneiros.

Produziu Estamira, documentário dirigido por Marcos Prado, sobre uma mulher esquizofrênica que, por mais de duas décadas, trabalhou e viveu no lixão do Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro.

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Gary Oldman e José Padilha na pré-estreia de ‘Robocop’.

Documentarista (2002-2005)

Seu primeiro longa-metragem como diretor, Ônibus 174 (2002) tenta reconstituir um episódio violento do Rio de Janeiro, o seqüestro de um ônibus que terminou em tragédia. [5]

Em 2005, iniciou a preparação de Fome, documentário sobre a trajetória de uma família mineira que mostra de que forma os indivíduos lidam com a fome no cotidiano.

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Coletiva do ‘Tropa de Elite’, com os atores André Ramiro e Wagner Moura.

Tropa de Elite e auge da carreira (2006-2010)

Ver artigo principal: Tropa de Elite

Em 2007, foi lançado Tropa de Elite, sua primeira ficção.[5] O filme, que foi pirateado quase dois meses antes da estréia, ganhou grande repercussão e estima-se que 11 milhões de pessoas tenham assistido ao DVD pirata.

Nos cinemas, o filme conquistou o maior número de espectadores no Ranking nacional 2007.

Em 15 de fevereiro de 2008 ganhou o Urso de Ouro, em Berlim, por Tropa de Elite.[6]

Em 2009, filmou Segredos da Tribo, em inglês Secrets of the Tribe, aonde Padilha expõe a guerra entre antropólogos por causa dos ianomâmi.

O documentário apresenta um debate interessante sobre a comunidade científica e seus efeitos sobre os grupos que estuda ou uma visão superficial e reducionista da produção desses cientistas.

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Com o ator Seu Jorge.

Independente da resposta, o documentário “Segredos da Tribo” parece que irá se transformar em objeto obrigatório de discussão nas salas de aula das ciências sociais no futuro próximo.

O filme teve sua première no Sundance Festival de 2010. [7]

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – Com o elenco do ‘Tropa de Elite’ 1 e 2.

Em 2010, lançou Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro

O filme teve o maior público da história do cinema brasileiro para um filme nacional, com mais de 11 milhões de espectadores, batendo Dona Flor e Seus Dois Maridos.[8]

Atualidade (2011-2017)

Em 2014, Padilha dirigiu RoboCop, remake do filme homônimo de 1987.[9]

1 de Agosto – José Padilha – 1967 – 50 Anos em 2017 – Acontecimentos do Dia – José Padilha, Joel Kinnaman e Michael Keaton no Rio.

Em 2015, Padilha dirigiu a série Narcos da Netflix, que conta sobre a ascensão de Pablo Escobar, o maior traficante da Colômbia, e dos esforços das DEA para derrubar seu cartel.

No ano seguinte, prepara também para o serviço online uma série sobre a Operação Lava Jato, em parceria com Elena Soares, roteirista de Xingu, baseado no livro “Lava Jato: O Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação que Abalou o Brasil”, do jornalista Vladimir Netto[11], publicado em 21 de junho de 2016[12].

Filmografia

Cinema

Ano Titulo Creditado como Notas
2000 Os Carvoeiros Roteirista e produtor Documentário
2002 Ônibus 174 Roteirista e produtor Documentário
2003 Brazil’s Vanishing Cowboys Diretor e produtor Documentário
2004 Estamira Produtor Documentário
2007 Tropa de Elite Diretor e produtor
2009 Garapa Diretor Documentário
2010 Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro Diretor, roteirista e produtor
Segredos da Tribo Diretor Documentário de televisão
2011 Paraísos Artificiais Produtor
2014 RoboCop Diretor
Rio, Eu Te Amo Produtor

Televisão

Ano Titulo Creditado como Notas
2015 Narcos Diretor e produtor executivo Serie Netflix

CITAÇÃO

José Padilha – A existência da polícia é inevitável

“Qualquer sociedade que passa de tribal para uma de estado, historicamente, desenvolve algum tipo de organização policial. É um fato. A polícia não é um detalhe de uma sociedade. Não existe sociedade moderna em que não exista polícia. Existe polícia nas sociedades comunistas e capitalistas.”

José Padilha / Fonte: Mensagens com Amor

José Padilha

José Bastos Padilha Neto

(Rio de Janeiro, 1º de agosto de 1967)

50 Anos

www.zazen.com.br

4 ▒ ACONTECIMENTOS


1907 – É dado início ao que seria o primeiro acampamento escoteiro da história, organizado por Robert Stephenson Smyth Baden-Powell na ilha de Brownsea na Inglaterra.



1960Independência do Benim.



2006 – Assinatura do Memorando de Entendimento para a Paz e Reconciliação na Província de Cabinda, entre o Governo de Angola e o Fórum Cabindês para o Diálogo (FCD) com a facilitação da União Africana.

5 ▒ FALECIMENTOS

2015Orlando Orfei ▒ Orlando Orfei (Riva del Garda, 8 de julho de 1920Duque de Caxias[2], 1 de agosto de 2015) foi um empresário circense, domador, pintor, escritor, dublê de cinema e ator italiano radicado no Brasil. Orlando foi o fundador do tradicional Circo Orlando Orfei.

6 ▒ FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

7 ▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

8 ▒ CIDADES ANIVERSARIANTES

Dados do IBGE

01

Arraias (TO)

01

Bauru (SP)

01

Caxias (MA)

01

Formosa (GO)

01

Piracicaba (SP)

Bauru – SP

121 Anos

1 de agosto de 1896

bauru.sp.gov.br

Bauru é um município brasileiro do interior do estado de São Paulo, sendo o município mais populoso do centro-oeste paulista.

Em 2015 sua população foi estimada pelo IBGE em 366 992 habitantes,[4] sendo que em 2014 era o 18º mais populoso de São Paulo.

Pertence à Mesorregião e Microrregião de Bauru, localizando-se a noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 326 km.

Ocupa uma área de 673,488 km², sendo que 68,9769 km² estão em perímetro urbano e os 604,51 km² restantes constituem a zona rural.[7] 

A sede tem uma temperatura média anual de 22,6 °C e na vegetação original do município predomina o cerrado.

1 de Agosto – Vista panorâmica da cidade — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Com 98,5% de seus habitantes vivendo na zona urbana, o município contava em 2009 com 149 estabelecimentos de saúde.

O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,801, considerando-se assim como muito elevado em relação ao país, sendo o 20º maior do estado.[5]

Várias rodovias ligam Bauru a diversos municípios paulistas, tais como a Marechal Rondon, a Comandante João Ribeiro de Barros, a Cesário José de Carvalho e a Engenheiro João Batista Cabral Renno, sendo que o município encontra-se no meio de um importante entroncamento aéreo, rodoviário e ferroviário.

1 de Agosto – Calçadão da Rua Batista de Carvalho no centro comercial — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Bauru foi fundada em 1896, sendo que a Marcha para o Oeste, impulsionada pelo governo de Getúlio Vargas como incentivo ao progresso e a ocupação da região central do Brasil, foi um importante fator de incremento populacional para a região.

No começo do século XX o município começou a ganhar infraestrutura e a população aumentou com a chegada da ferrovia e, mais tarde, das rodovias.

1 de Agosto – Parque Vitória-Régia — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

O café ganhou força no município no início do século, porém se desvalorizou e aos poucos Bauru se industrializou, sendo que, a indústria foi a principal responsável pela urbanização do município e hoje é, juntamente com o setor terciário, a principal fonte de renda municipal, fazendo com que o município tenha o 68º maior PIB brasileiro.

No campo ganhou força após a década de 1950 a cana-de-açúcar.

1 de Agosto – Fachada da Catedral do Divino Espírito Santo localizada na Praça Rui Barbosa, no centro da cidade — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Além da importância econômica ainda é um importante centro cultural de sua região.

O Jardim Botânico Municipal e o Horto Florestal de Bauru configuram-se como grandes áreas de preservação ambiental, enquanto que o Teatro Municipal de Bauru “Celina Lourdes Alves Neves”, o Centro Cultural de Bauru e o Automóvel Clube de Bauru são relevantes pontos de visitação localizados na zona urbana, além dos projetos e eventos culturais realizados pela Secretaria Municipal de Cultura, órgão responsável por projetar a vida cultural bauruense.

1 de Agosto – Automóvel Clube de Bauru, a sede da Orquestra Sinfônica da cidade — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Etimologia

Uma das hipóteses mais utilizadas que explicam o nome do município diz que o nome teria vindo de mbai-yuru, que quer dizer “queda de água” ou “rio de grande inclinação”, ou ybá-uru, que, traduzido da língua tupi, significa “cesta de frutas”, ou “bauruz”, que era como os índios que habitavam as margens do rio Batalha eram conhecidos.[8]

Teodoro Sampaio dizia que Bauru é corrupção de “upaú-ru”, ou “upaú- r-y, designando rio da lagoa.

Do Tupi: de “Upá” ou “Upaú”, lago, lagoa, água represada, e “U”, o mesmo que “I”, água corrente, rio, líquido.[9]

1 de Agosto – Planador no Aeroclube da cidade — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

História

Historicamente, a região ocupada por Bauru era território disputado entre dois grupos indígenas: os caingangues e os guaranis.

No século XVIII, bandeirantes paulistas tentaram se estabelecer na região, que era ponto de travessia das monções (expedições fluviais) que se dirigiam até Mato Grosso e Goiás, mas foram impedidos por ataques dos índios locais.

1 de Agosto – O sanduíche bauru, criado na década de 1930 — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Os não índios somente conseguiram se estabelecer na região no século XIX, com a vinda de população oriunda do litoral do estado, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.[10]

Após 1850, na procura de novas terras para ocupação e colonização, pioneiros paulistas e mineiros começam a explorar a vasta região situada entre a Serra de Botucatu, o Rio Tietê, o Rio Paranapanema e Rio Paraná, até então habitado por grupos de indígenas Kaingang.[10].

Em 1856, Felicíssimo Antônio Pereira, provindo de Minas Gerais, adquiriu terras e estabeleceu, próximo ao atual Centro de Bauru, a Fazenda das Flores.

A Estação Experimental de Bauru recebeu um público especial para conhecer as trilhas da unidade de conservação. Integrantes da Aldeia Nimuendaju, da etnia Guarani, do município de Avaí e alunos do Colégio Adventista de Bauru, acompanhados de seus familiares, conheceram o Floresta Legal, espaço do Projeto Criança Ecológica que aborda dentro da agenda verde os conceitos de preservação e biodiversidade.

Anos depois, em 1884, essa fazenda (também chamada de Campos Novos de Bauru) teria parte de sua área desmembrada para a formação do arraial de São Sebastião do Bauru.

O distrito progrediu, mesmo sujeito a ataques dos nativos Kaingang e relativamente isolado do resto do estado e tornou-se distrito de Agudos em 1888.

A chegada dos migrantes oriundos do leste paulista e de Minas Gerais levou à emancipação do município em 1 de agosto de 1896.[11]

1 de Agosto – Fachada do Teatro Municipal de Bauru (Celina Lourdes Alves Neves) — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Clima

O clima de Bauru é tropical de altitude (tipo Cwa segundo Köppen),[19][20] com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 22,6 °C, tendo invernos secos e amenos (raramente frio de forma demasiada) e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas. 

Parques e meio ambiente

A vegetação original e predominante no município é a mata atlântica, porém por ação do clima e da devastação das florestas o bioma que cada vez mais vem ganhando espaço em Bauru é o cerrado.[18]

1 de Agosto – Vista de Bauru com a linha de trem em primeiro plano — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

O Jardim Botânico municipal começou a ser construído na década de 1910, no lugar onde se extraía água para abastecer a cidade, sendo que o lugar era rico em nascentes e a mata as protegia.

O Centro de Visitação do parque foi inaugurado em 7 de julho de 2003, onde estão expostas informações sobre o parque, cujas principais atrações são as trilhas ecológicas, o herbário e o viveiro.[27]

O Horto Florestal de Bauru conta com 50 hectares, abrigando uma estação experimental de pesquisa de pinus, eucalipto e outras espécies exóticas e nativas da flora.[28]

O Parque Zoológico Municipal de Bauru, inaugurado em 24 de agosto de 1980, conta com diversas espécies de animais, recebendo em média 150 mil pessoas por ano.[29]

Economia

O Produto Interno Bruto (PIB) de Bauru é o maior da Microrregião de Bauru, o 18º maior do estado de São Paulo e o 68 de todo o país.[6]

1 de Agosto – Boulevard Shopping Bauru — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

De acordo com dados do IBGE, relativos a 2009, o PIB do município era de R$ 6 795 517 mil.[6] 747 297 mil. eram de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes.[55]

O PIB per capita era de R$ 18 906,42.[6]

1 de Agosto – Palácio das Cerejeiras, sede da Prefeitura da cidade — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Estrutura urbana

Saúde

Em 2009, o município possuía 149 estabelecimentos de saúde entre hospitais, pronto-socorros, postos de saúde e serviços odontológicos, sendo 49 deles públicos e 100 privados. Neles a cidade possuía 1 046 leitos para internação, sendo que 465 estão nos públicos e os 581 restantes estão nos privados.[60] Em 2011 98,5% das crianças menores de 1 ano estavam com a carteira de vacinação em dia.[33]

Em 2010 foram registrados 4 429 nascidos, sendo que o índice de mortalidade infantil era de 11,3 a cada mil crianças menores de um ano de idade e 99,7% do total de nascidos vivos tiveram seus partos assistidos por profissionais qualificados de saúde.[33]

Neste mesmo ano 14,1% do total de mulheres grávidas eram de meninas que tinham menos de 20 anos.[33] 11 817 crianças foram pesadas pelo Programa Saúde da Família, sendo que 0,1% delas estavam desnutridas.[33]

Educação

A cidade possui Universidades e diversas faculdades, além de escolas técnicas e profissionalizantes.

1 de Agosto – Entrada da Universidade de São Paulo (USP). — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Universidades públicas:

Várias universidades particulares, como:

Escolas técnicas e profissionalizantes:

Transportes

Aeroviário

O município possui dois aeroportos, ambos de médio porte e administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP).

O Aeroclube Estadual de Bauru foi inaugurado em 8 de abril de 1939, contando com pista asfaltada de 1 500 metros e um terminal de passageiros, sendo que sedia um aeroclube e uma oficina de aviões e planadores e está a menos de 3 km do centro da cidade.[83]

Já o Aeroporto Estadual Moussa Nakhl Tobias foi inaugurado em 2006, havendo um terminal de passageiros com 2 500 m², pista de 2 100 metros de extensão e pátio de manutenção de aeronaves. Há voos para Brasília, Campinas e Marília.[84]

Ferroviário

A primeira ferrovia a chegar a Bauru foi a Estrada de Ferro Sorocabana, sendo que a primeira estação ferroviária foi inaugurada em 22 de abril de 1905.

Era de pequeno porte e funcionou até o final da década de 1990, com o fechamento da estrada de ferro, então sob responsabilidade da Ferrovia Paulista S.A. (FEPASA).[85]

1 de Agosto – Estação Ferroviária — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

O transporte ferroviário em Bauru, assim como em grande parte do estado de São Paulo, decaiu muito em decorrência do avanço dos transportes rodoviário e aeroviário, principalmente na primeira metade da década de 1990.[86]

Atualmente restam apenas projetos com objetivo de tombar o patrimônio da principal estação ferroviária da cidade, cuja administração passou a ser de responsabilidade da prefeitura em 2011.[86]

Rodoviário

Bauru tem uma boa malha rodoviária que a liga a várias cidades do interior paulista e até a capital, tendo acesso a rodovias de importância estadual e até nacional através de rodovias vicinais pavimentadas e com pista dupla.

1 de Agosto – Rodovia Marechal Rondon (SP-300) — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

Por fazer parte de um grande entroncamento rodoviário ainda tem fácil conexão com diversas partes do Brasil.

As seguintes rodovias passam pelo município:

1 de Agosto – Terminal Rodoviário – Visão geral — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

O Terminal Rodoviário de Bauru é um dos principais de sua região, sendo que o terminal de embarque e desembarque é utilizado por uma média de 25 mil pessoas por semana.[89]

Os destinos mais procurados para quem parte da estação são:

São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Campo Grande, Londrina e Maringá.[90]

Esporte

No basquete, a equipe do Bauru Basket conquistou os títulos:

1 de Agosto – Bauru Basket, campeão do NBB 2016-2017 — Bauru (SP) — 121 Anos em 2017.

No voleibol, a cidade é representada pela equipe do Vôlei Bauru que disputa a Superliga Feminina.[121]

A cidade tem diversos clubes esportivos, dentre eles o Esporte Clube Noroeste, que além de ser a maior da cidade também uma das mais tradicionais equipes do futebol paulista, tendo sido fundado em 1 de setembro de 1910.[112]

Seu estádio é o Estádio Alfredo de Castilho, o maior de Bauru, com capacidade para mais de 17 mil espectadores.[113]

9 ▒ GALERIA de FOTOS

10 ▒ CRÉDITOS

Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

SITE ► acontecimentosdodia.com

FONTE PRINCIPAL ► WIKIWAND

OUTRAS FONTES de PESQUISA:

Cidades IBGEFilmowAdoro CinemaBIO (facebook)GShowAniv.DiaAniv.FamososHistoryHistory (facebook)

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor

PESQUISA e REALIZAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s