6 de Junho – Maysa e Osvaldo Cruz (SP) – 2017

☺ CAPA • Maysa 81 Anos

▒ CIDADE • Osvaldo Cruz (SP) 76 Anos

▒ NASCIMENTOS • Diego Velázquez • Thomas Mann • David Scott • Robert Englund • Jorge Mendonça • Björn Borg • Fábio Barreto • Steve Vai • Heloísa Helena • Paul Giamatti • Cássio Ramos • Yasmin Brunet

▒ FALECIMENTOS • Carl Gustav Jung • Robert Kennedy • Rolls Gracie • Moreira da Silva • Anne Bancroft • Billy Preston

1 ▒ POSTER e VÍDEOS

GALERIA de VÍDEOS
Principais Vídeos da WEB publicados no Acontecimentos do Dia e outras WEB TVs da Rede Sampaio

2 ▒ NASCIMENTOS

1599Diego Velázquez ▒ Diego Rodríguez de Silva y Velázquez nascido em Sevilha , 6 de junho de 1599 — Madrid, 6 de agosto de 1660) foi um pintor espanhol e principal artista da corte do rei Filipe IV de Espanha. Era um artista individualista do período barroco contemporâneo, importante como um retratista.


1875Thomas Mann ▒ Paul Thomas Mann (Cidade Livre de Lübeck, 6 de junho de 1875Zurique, 12 de agosto de 1955) foi um escritor, romancista, ensaísta, contista e crítico social do Império Alemão. Tendo recebido o Nobel de Literatura de 1929, é considerado um dos maiores romancistas do século XX.


1932David Scott ▒ David Randolph Scott (San Antonio, 6 de junho de 1932) é um astronauta norte-americano e integrante do Grupo dos Doze, o número de homens que já andaram na Lua. Ele entrou para a NASA em outubro de 1963 e foi o primeiro de seu grupo de astronautas selecionado para voar e a comandar uma missão no espaço.


1947Robert Englund ▒ Robert Barton Englund (Glendale, 6 de junho de 1947) é um ator, dublador, músico e diretor norte-americano. Sua estréia no cinema foi em Buster and Billie, em 1974, mas só ganhou destaque quando protagonizou um dos maiores vilões das telas de cinema: Freddy Krueger na cine-série A Nightmare on Elm Street.


1954Jorge Mendonça ▒ Jorge Pinto Mendonça, conhecido apenas por Jorge Mendonça (Silva Jardim, RJ, 6 de junho de 1954Campinas, SP, 17 de fevereiro de 2006), foi um futebolista (atacante) brasileiro dos anos 1970 e 80.[1] Ponta-de-lança habilidoso e finalizador, fez 411 gols em toda a sua carreira, além de disputar a Copa do Mundo de 1978 com a camisa da Seleção Brasileira.


1956Björn Borg ▒ Björn Rune Borg (Estocolmo, 6 de junho de 1956) é um ex-tenista profissional sueco que foi N° 1 do mundo em simples. Ganhou, durante dez anos (19731983), 56 torneios, somando cerca de 100 milhões de dólares em prêmios e contratos de publicidade.

1957Fábio Barreto ▒ Fábio Villela Barreto Borges (Rio de Janeiro, 6 de junho de 1957) é um cineasta, ator, produtor e roteirista brasileiro, mais conhecido por dirigir O Quatrilho (1995), indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e por dirigir e co-escrever Lula, o Filho do Brasil (2009), um drama biográfico sobre a vida de Luiz Inácio Lula da Silva. Após um acidente em 2009, Barreto entrou em coma e continua tratamento em casa, embora não apresente grandes melhoras e continue parcialmente inconsciente desde então.


1960Steve Vai ▒ Steven Siro Vai, mais conhecido por Steve Vai (Nova Iorque, 6 de junho de 1960) é um guitarrista, compositor e produtor musical estadunidense. Conhecido por ser um guitarrista virtuoso, Steve Vai é considerado pela crítica e pelo público como um dos melhores guitarristas do mundo.


1962Heloísa Helena ▒ Heloísa Helena Lima de Moraes Carvalho (Pão de Açúcar, 6 de junho de 1962) é uma enfermeira, professora e política brasileira, filiada à REDE. Heloísa foi a 3ª mulher que recebeu mais votos em uma campanha rumo à presidência do Brasil, atrás apenas de Marina Silva e Dilma Rousseff em 2010. Em 1998 foi eleita senadora por Alagoas, com a maior votação daquela eleição.


1967Paul Giamatti ▒ Paul Edward Valentine Giamatti (New Haven, 6 de junho de 1967) é um premiado ator e comediante estadunidense. Obteve a indicação ao Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) e ao Globo de Ouro, por “A Luta pela Esperança” (2005).


1987Cássio Ramos ▒ Cássio Ramos, conhecido como Cássio (Veranópolis, 6 de junho de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Em 16 de dezembro de 2012, faz uma partida com diversas defesas contra o Chelsea na final da Copa do Mundo de Clubes da FIFA e ajuda o Corinthians a sagrar-se campeão mundial. Foi escolhido o melhor jogador da final e da competição.


1988Yasmin Brunet ▒ Yasmin Brunet, nome artístico de Yasmin Botelho Fernandez (Rio de Janeiro, 6 de junho de 1988), é uma modelo e atriz brasileira. Yasmin Brunet é filha da ex-modelo Luíza Brunet .

3 ▒ CAPA do DIA

Maysa Matarazzo

81 Anos

 Maysa Figueira Monjardim, mais conhecida como Maysa Matarazzo ou simplesmente Maysa [3][4][5] (Rio de Janeiro[6][7][8], 6 de junho de 1936Niterói, 22 de janeiro de 1977), foi uma cantora contralto[9], compositora e atriz brasileira.

Biografia

Maysa nasceu numa família tradicional do estado do Espírito Santo.

Era neta do barão de Monjardim, que foi presidente da província do Espírito Santo por cinco vezes, e bisneta do comendador José Francisco de Andrade e Almeida Monjardim, que presidiu a província do Espírito Santo por treze vezes, e que foi membro da junta governativa capixaba de 1822-1824.[10]

Sua família, os Monjardim, eram donos da histórica Fazenda Jucutuquara, em Vitória, Espírito Santo.

Nascida e criada no tradicional bairro carioca de Botafogo, em 1947 a família mudou-se para Bauru, no interior paulista.

Posteriormente, mudaram-se para a cidade de São Paulo, onde Maysa estudou no tradicional colégio paulistano Assunção, no Ginásio Ofélia Fonseca e no colégio de freiras Sacré-Cœur de Marie, em Paris.[12]

Desde criança sonhava em ser cantora.

Se apresentava cantando e tocando violão apenas para os familiares.

Com aptidão natural para a música, só estudou canto para se aperfeiçoar. Era uma jovem afrente de seu tempo.

Gostava de beber e fumar em público, além de usar cabelos curtos e calças, hábitos masculinos na época, o que causava atritos familiares.

Apesar disto, era extremamente vaidosa, e romântica, gostando de escrever, além de músicas, poemas e cartas de amor.

Maysa em 1956, ano de lançamento do primeiro disco

Casou-se aos dezoito anos com seu noivo, o empresário André Matarazzo, amigo de sua família há muitos anos, e dezessete anos mais velho que a cantora, por quem ela era secretamente apaixonada desde criança.

Após o matrimônio passou a assinar Maysa Monjardim Matarazzo.

Seu marido era membro do importante ramo ítalo-brasileiro da família Matarazzo, donos de uma fortuna bilionária e das Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo – durante décadas o maior complexo industrial da América Latina.[13]

Jayme Monjardim e Jayme Matarazzo, filho e neto de Maysa.

Com pouco tempo de casados, nasceu Jayme Monjardim Matarazzo, diretor de cinema e telenovelas.

Desquitou-se do marido em 1957: Ele não aceitava a vocação de cantora da esposa, não apoiando seu sonho.

Havia muito preconceito com atrizes e cantoras na época, sendo julgadas de vulgares e mulheres que não eram de família.

Mesmo sofrendo por amar o marido, não teve medo de correr riscos e enfrentar preconceitos, e decidiu seguir sua vontade e saiu de casa com o filho, indo morar novamente com seus pais, um grande escândalo para aquela época conservadora.

Após o desquite, voltou a usar seu sobrenome de solteira, Figueira Monjardim, ficando furiosa quando havia alguma matéria jornalística que ligasse seu nome ao sobrenome Matarazzo, de quem não quis nada, nem pensão para se manter.

Com apenas um disco gravado, seu repertório foi um sucesso, recebendo convites para shows em todo o mundo.

Seu disco vendeu milhares de cópias e o sucesso bateu a sua porta, porém, isto pesou na criação de Jayme, seu filho.

Maysa teve que escolher entre o filho e a carreira. Para lhe dar um futuro melhor, optou pela carreira e seu filho passou parte de sua infância sendo criado pelo pai e por sua nova esposa.

Em sua agitada vida de cantora, marcada por muitas viagens e também por muitos amores, Maysa teve vários relacionamentos, entre eles, com o compositor Ronaldo Bôscoli, e com o empresário espanhol Miguel Azanza, com quem casou, depois manteve um caso com o maestro Julio Medaglia, quando viajou para Buenos Aires, depois namorou o ator Carlos Alberto, de quem depois foi esposa, entre vários outros.

Ficou também conhecida por suas explosões temperamentais, suas crises depressivas e de solidão, que se expressavam claramente em suas letras, seu vício em álcool, cigarros, calmantes e medicamentos para emagrecer, as grandes brigas e confusões que se envolvia, sendo capa de jornais não só por seu talento, mas por escândalos envolvendo brigas violentas com seus namorados, traições, nudez explícita, e suas diversas tentativas de suicídio.

Era intensa demais para pessoas que ela considerava superficiais demais.

Quando seu ex-marido faleceu, sofreu muito, tanto que, mesmo desquitada dele, passou a se considerar a sua viúva.

Nesta época estava casada com Miguel e vivia na Espanha. Levou o filho para lá, mas como tinha que trabalhar, e não queria que ele tivesse uma educação simples no Brasil, optou por deixá-lo num colégio interno em Madri, onde raramente visitava o menino.

Isto foi motivo de muitas brigas entre ela e seus pais, e futuramente entre ela e o filho.

Após terminar o casamento com Miguel, uma união cheia de altos e baixos, envolvendo agressões, humilhações e escândalos de ambas as partes, Maysa volta sozinha para o Brasil.

Maysa fez parte do elenco da novela ‘O Cafona’, ao lado de Ary Fontora, tônia Carrero e Marília Pera.

Na década de 70, Maysa se aventurou pelo mundo das telenovelas e do teatro participando de produções como O Cafona, Bel-Ami e o espetáculo Woyzeck de Georg Büchner.[14]

Últimos momentos

A cantora vivia isolada em sua casa de praia em Maricá, desde 1972, em depressão, doença que lutava há muitos anos.

Havia terminado a pouco tempo seu casamento com Carlos Alberto, com quem viveu em Maricá.

Suas crises de ciúme e agressividade, e o fato de inventar uma gestação para ele continuar ao seu lado foram decisivas para o término.

Maysa estava triste, o filho já havia voltado da Espanha há alguns anos e não queria mais nem vê-la ou falar com ela.

A acusava de tê-lo abandonado no colégio interno, e após muitos anos sofrendo para se reaproximar do filho, pedindo perdão pelo que fez e por estar arrependida de tudo, eles, enfim, se reconciliaram.

Maysa (nome em homenagem à avó) com os pais, a cantora Tânia Mara e o diretor Jayme Monjardim.

No fim da tarde do dia de casamento do seu filho, pegou seu carro e foi para Maricá, quando um acidente automobilístico na Ponte Rio-Niterói deu fim a sua vida.

Em exames necroscópios foi constatado que a cantora estava sóbria no momento do acidente.[15]

Em uma de suas últimas anotações, registrou:

“Hoje é novembro de 1976, sou viúva, tenho 40 anos.”

Carreira

Anos 50 e o início da carreira

Em 1956, Maysa foi convidada pelo produtor Roberto Côrte-Real para gravar um disco, durante uma reunião familiar.

O álbum Convite para ouvir Maysa (todo preenchido com composições próprias) foi gravado logo após o nascimento de seu único filho Jayme Monjardim.

O disco gravado apenas em caráter beneficente (toda sua renda fora destinada ao Hospital do Câncer de Dona Carmen Annes Dias Prudente) logo começou a fazer sucesso, tocando nas rádios paulistas e cariocas.

Pouco a pouco, a carreira de Maysa foi adquirindo um caráter profissional, o que descontentou seu marido André Matarazzo e logo levou seu casamento à ruína.

Já em 1957 (ainda não desquitada), Maysa era contratada da TV Record paulista, com um programa só seu, patrocinado pela Abrasivos Bombril, tendo acabado de gravar seu segundo disco, de 10 polegadas, intitulado Maysa.

Em 1957, com menos de um ano de carreira, no julgamento anual dos cronistas de Rádio de São Paulo, para a escolha de Os Melhores do Ano de 1956, Maysa foi apontada como A maior revelação feminina, O melhor compositor e O melhor letrista[17].

O Clube dos Cronistas de Discos concedeu-lhe o título de A maior cantora do ano.

No ano seguinte, foi premiada com o disputado Troféu Roquette Pinto de A melhor cantora de 1958.

No ano anterior, ela já havia recebido o mesmo prêmio como cantora revelação de 1957.

O jornal O Globo, que em 1957 havia conferido a ela o Disco de Ouro de cantora revelação, agora também a premiava como a principal voz feminina do país. Também seria de Maysa naquele ano o Troféu Chico Viola, para o melhor disco de 1958.[18]

Em 1958 (já desquitada) muda-se para o Rio de Janeiro, então Capital Federal, e se torna também contratada da TV Rio, com um programa só seu patrocinado pelos Biscoitos Piraquê.

Lança seu terceiro disco (agora de 12 polegadas) intitulado Convite para Ouvir Maysa nº 2.

O disco foi considerado, pela crítica, musicalmente irretocável, tornando-se campeão de vendas[17], e lançou a canção Meu Mundo Caiu como o maior sucesso do ano.

Até o fim da década, Maysa seguiria sua carreira, acumulando diversos prêmios, e vendo a carreira e popularidade em crescente ascensão.

Seus discos eram campeões de vendas e seus programas de televisão eram muito prestigiados. Ainda em 1958 ela se tornaria a melhor e mais bem paga cantora do Brasil.[19]

Anos 60

Durante os anos 60, Maysa aprimorou constantemente a técnica vocal, registrando em discos de grande qualidade técnica o auge de sua carreira.

A partir de 1960, empreendeu inúmeras excursões pelo mundo, se apresentando em vários países, além de aderir ao movimento da Bossa Nova, com o qual pode expandir referências musicais.

Maysa e João Gilberto – Bossa Nova.

Junto a um grupo formado por Roberto Menescal, Luiz Eça, Luiz Carlos Vinhas, Bebeto Castilho, Hélcio Milito e Ronaldo Bôscoli, foram responsáveis pelo lançamento da Bossa Nova no exterior.

Em uma histórica turnê à Argentina e ao Uruguai, em 1961. Maysa teve uma intensa carreira internacional.

Em 1960, tornou-se a primeira cantora brasileira a se apresentar no Japão, a convite da companhia área brasileira Real Aerovias, que acabara de estrear o voo Rio de JaneiroTóquio.

Excursionou pela América Latina, passando diversas vezes por Buenos Aires, Montevidéu, Punta del Leste, Lima, Caracas, Bogotá, Porto Rico e Cidade do México. Apresentou-se em Paris, Lisboa, Madri, Nova Iorque, Itália, Marrocos e Angola. Lá, se apresentava em casas noturnas e gravava discos.

Maysa Matarazzo em Nova York.

Entre 1960 e 1961 realizou temporada nos Estados Unidos, gravando o lendário álbum Maysa Sings Songs Before Dawn pela Columbia Records norte-americana.

Lá, também se apresentou no sofisticado Blue Angel Night Club, a mais requintada casa noturna de Nova Iorque à época.

Ainda em 1963, empreendeu um histórico concerto no Olympia de Paris, naquela que é a mais famosa casa de espetáculos da capital francesa.

Em 1966 participou do II Festival da Música Popular Brasileira da TV Record, classificando para a finalíssima a canção Amor-Paz de sua autoria, com a compositora Vera Brasil, juntamente com Disparada, com Jair Rodrigues e A Banda, com Chico Buarque e Nara Leão.

Maysa e a cantora portuguesa Simone de Oliveira no Festival Internacional da Canção, em 1966.

No mesmo ano, Maysa também participou da primeira edição Festival Internacional da Canção.

Neste último alcançou o terceiro lugar na fase nacional e o prêmio de melhor intérprete brasileira do festival, defendendo a canção Dia das Rosas de Luiz Bonfá e Maria Helena Toledo. Desbancando totalmente a vencedora Saveiros, interpretada por uma então novata: Nana Caymmi.

Retornou definitivamente ao Brasil em 1969.

Neste ano, estreou Maysa Especial com Ítalo Rossi na TV Tupi carioca e o espetáculo A Maysa de Hoje, gravado em disco, com temporadas no Canecão do Rio de Janeiro e no Urso Branco de São Paulo, obtendo sucesso de crítica e público.

Pouco tempo depois, participou como jurada do V Festival da Música Popular Brasileira da TV Record.

E do IV Festival Internacional da Canção, com a música Ave- Maria dos Retirantes, de Alcyvando Luz e Carlos Coqueijo, que não se classificou para a final. Naquela edição, o Troféu Galo de Ouro (premiação máxima do festival) ganhou o nome de Maysa Monjardim[20].

Anos 70

Em 1970, Maysa lança pela Philips o álbum Ando Só numa Multidão de Amores, que não obteve sucesso de público.

Maysa e Sonia Dutra em ‘O Cafona’.

Maysa passou então a investir na carreira de atriz e já em 1971 estreou na telenovela O Cafona, da Rede Globo, interpretando Simone, seu alter-ego. Por esse papel, Maysa acabou ganhando o prêmio de Coadjuvante de Ouro.

No mesmo ano, integrou o elenco da telenovela Bel-Ami da TV Tupi, interpretando Márica, mas abandonou a produção.

Maysa em cena com o ator Antônio Pedro – Woyzeck (1971).

Ela ainda montaria o espetáculo teatral Woyzeck de George Büchner, sem sucesso.

Após algumas temporadas em boates do Rio de Janeiro e São Paulo, desde o fim de 1972, Maysa se afasta do meio artístico e vai morar em uma casa de praia, localizada no município de Maricá, litoral fluminense.

Lá, morou até o fim da vida, na maior parte em companhia do namorado, o ator Carlos Alberto.

Durante este período, quase não gravou discos nem fez shows, fazia poucas aparições na mídia e reservava suas aparições a participações especiais, como no Fantástico e no Brasil Especial, da TV Globo.

Larissa Maciel (à esquerda), interpreta Maysa (à direita) na minissérie da TV Globo, Maysa – Quando Fala o Coração, de 2008, dirigida por seu filho, Jaime Monjardim.

Realizou alguns dos últimos shows de sua carreira na boate Igrejinha, localizada em São Paulo, em 1975.

A temporada, pouco tempo depois, ficaria marcada como “a turnê do adeus”. Até ali já havia feito inúmeras temporadas de grande sucesso em diversas casas noturnas de São Paulo, como a Cave, o Oásis, Urso Branco, Di Mônaco e Igrejinha; e do Rio de Janeiro, como o Club 36, Au Bon gourmet, Meia-Noite do Hotel Copacabana Palace, Canecão, Flag, Sucata, Fossa e Number One, dentre outras casas tradicionais e famosas.[21]

Estilo Musical

As composições e as canções foram escolhidas de maneira a formar um repertório sob medida para o seu timbre, que não era o de uma voz vulgar; pelo contrário, possuía um viés melancólico e triste, que se tornou emblemático do gênero fossa ou samba- canção.

Maysa Matarazzo com Gal Costa.

Ao lado de Maysa, destacam-se Nora Ney, Ângela Maria e Dolores Duran.

O gênero, comparado ao bolero pela exaltação do tema amor- romântico ou pelo sofrimento de um amor não realizado, foi chamado também de dor-de-cotovelo. O samba-canção (surgido na década de 1930) antecedeu o movimento da bossa nova (surgido ao final da década de 1950, em 1958), com o qual Maysa também se identificou.

Mas este último representou um refinamento e uma maior leveza nas melodias e interpretações em detrimento do drama e das melodias ressentidas, do gênero “dor-de- cotovelo”.

O legado de Maysa, ainda que aponte para dívidas históricas com a bossa, é o de uma cantora de voz mais arrastada do que as intérpretes da bossa e por isso aproxima-se antes do bolero.

Contemporânea da compositora e cantora Dolores Duran, Maysa compôs 30 canções, numa época em que havia poucas mulheres nessa atividade.

Maysa interpretava de maneira muito singular, personalista, com toda a voz, sentimento e expressão, sendo um dos maiores nomes da canção intimista.

Um canto gutural, ensejando momentos de solidão e de grande expressão afetiva.

Um dos momentos antológicos desta caracterização dramática foi a apresentação, em 1974, de Chão de Estrelas (Sílvio Caldas e Orestes Barbosa), e de Ne Me Quitte Pas (10 de junho de 1976), tendo sido apresentadas em duas edições do programa Fantástico da Rede Globo.

Todo este característico Estilo Maysa influenciou ao menos meia dúzia de sua geração, e principalmente a geração posterior a sua. Este Estilo Maysa se tornou notável em cantores e compositores, como: Ângela Rô Rô, Leila Pinheiro, Fafá de Belém, Simone e também Cazuza e Renato Russo.

Celebrizaram-se as canções: Ouça, Meu Mundo Caiu, Tarde Triste, Resposta, Adeus, Felicidade Infeliz, Diplomacia e O Que? (todas de sua autoria) e mais: Ne Me Quitte Pas, Chão de Estrelas, Dindi, Por Causa de Você, Se Todos Fossem Iguais a Você, Eu Sei Que Vou Te Amar, Franqueza, Eu Não Existo Sem Você, Suas Mãos, Bouquet de Izabel, Bronzes e Cristais, Bom Dia Tristeza, Noite de Paz, Castigo, Fim de Caso, O Barquinho, Fim de Noite, Meditação, Alguém me Disse, Cantiga de Quem Está Só, A Felicidade, Manhã de Carnaval, Hino ao Amor (L’Hymne a L’Amour), Demais, Preciso Aprender a Ser Só, Canto de Ossanha, Tristeza, As Mesmas Histórias, Dia das Rosas, Se Você Pensa, Pra Quem Não Quiser Ouvir Meu Canto, Light My Fire, Chuvas de Verão, Bonita, As Praias Desertas, Bloco da Solidão, Tema de Simone e Morrer de Amor.[22]

Jayme Monjardim e a minissérie que dirigiu na TV Globo, Maysa – Quando Fala o Coração, de 2008, sobre a vida de sua mãe.

Homenagens

A escola de samba Acadêmicos do Grande Rio, pertencente ao grupo especial das escolas de samba do Rio de Janeiro, prestou uma homenagem à Maysa no carnaval de 2014, desenvolvendo o enredo “Verdes olhos sobre o mar, no caminho: Maricá”, no que seria “a visão de Maricá pelo olhar de Maysa”.[23]

Discografia

Ver também: Discografia de Maysa e Lista de canções gravadas por Maysa

Álbuns de estúdio

Álbuns ao vivo

Televisão

Teatro

Maysa Matarazzo – Os prazeres e as proibições.

“Tudo o que gosto tem sabor de pecado, é feio, censurado, imoral, fora da Lei, engorda e faz mal pra saúde…”.

Maysa, citada na série ‘Quando fala o Coração’. / Fonte: Pensador

Maysa Matarazzo

Maysa Figueira Monjardim

Maysa Matarazzo

(Rio de Janeiro 6 de junho de 1936 — Niterói, 22 de janeiro de 1977)

81 Anos

4 ▒ ACONTECIMENTOS


1946 – É fundada a Basketball Association of America (BAA), atual NBA.


1966 – Após três dias em órbita, a nave espacial tripulada Gemini IX, do Projeto Gemini, retorna à atmosfera terrestre.


5 ▒ FALECIMENTOS

1961Carl Gustav Jung ▒ Carl Gustav Jung ( / ˈjʊŋ/; Kesswil, 26 de julho de 1875 — Küsnacht, 6 de junho de 1961) foi um psiquiatra e psicoterapeuta suíço que fundou a psicologia analítica. Jung propôs e desenvolveu os conceitos da personalidade extrovertida e introvertida, arquétipos e o inconsciente coletivo. Seu trabalho tem sido influente na psiquiatria, psicologia e no estudo da religião, literatura e áreas afins.


1968Robert Kennedy ▒ Robert Francis Kennedy (20 de novembro de 1925 – 6 de junho de 1968), apelidado de Bobby e também RFK, foi procurador- geral dos Estados Unidos de 1961 até 1964 tendo sido um dos primeiros a combater a Máfia, e Senador por Nova Iorque. Robert Kennedy fez uma importante contribuição no movimento pelos direitos civis dos afro-americanos.


1982Rolls Gracie ▒ Rolls Gracie (Rio de Janeiro, 28 de março de 1951 — Visconde de Mauá, distrito de Resende, 6 de junho de 1982) foi um lutador de jiu-jitsu brasileiro, membro da família Gracie. Era filho de Carlos Gracie mas foi criado por Hélio Gracie. Foi um dos principais responsáveis para que Rickson Gracie se tornasse o maior lutador de todos os tempos. Morreu num acidente de asa delta no início da década de 1980, com apenas 31 anos de idade.

2000Moreira da Silva ▒ Antônio Moreira da Silva (Rio de Janeiro, 1 de abril de 1902 — Rio de Janeiro, 6 de junho de 2000) foi um cantor e compositor brasileiro, também conhecido como Kid Morengueira.


2005Anne Bancroft ▒ Anne Bancroft, pseudônimo de Anna Maria Louisa Italiano (Nova Iorque, 17 de setembro de 1931 — Nova Iorque, 6 de junho de 2005) foi uma premiada atriz americana, que tornou-se nos anos 1960 um ícone de beleza e sensualidade, além de uma das mais respeitáveis atrizes de sua geração. Vencedora do Oscar de melhor atriz pela sua atuação no filme The Miracle Worker, sua estrela na Calçada da Fama está localizada no número 6368 da Hollywood Boulevard.


2006Billy Preston ▒ William Everett “Billy” Preston (9 de setembro de 1946 – 6 de junho de 2006) foi um músico soul bastante influente desde o final da década de 1950 e anos 60, colaborando com grandes nomes da indústria da música desde então, dentre eles: Nat King Cole, The Beatles, John Lennon, George Harrison, Ringo Starr, Eric Clapton, The Rolling Stones, Sammy Davis Jr., Aretha Franklin, The Jackson 5, Quincy Jones, Bob Dylan, Sly & the Family Stone, Jet e Red Hot Chili Peppers, principalmente no teclado e vocal.

6 ▒ FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

Brasil

7 ▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

8 ▒ CIDADES ANIVERSARIANTES

Dados do IBGE

Dia Mês Código Nome da cidade
06 06 210005 Açailândia (MA)
06 06 420030 Agronômica (SC)
06 06 260100 Angelim (PE)
06 06 420190 Aurora (SC)
06 06 420310 Caibi (SC)
06 06 150250 Chaves (PA)
06 06 312610 Formiga (MG)
06 06 313740 Lagoa Dourada (MG)
06 06 353460 Osvaldo Cruz (SP)
06 06 412650 Sertanópolis (PR)

Osvaldo CruzSP

76 Anos

6 de junho de 1941

osvaldocruz.sp.gov.br

Osvaldo Cruz é um município brasileiro do estado de São Paulo. Possui uma população de 32 593 habitantes, segundo estimativa do IBGE/2016.

Localização – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

Foi fundado com o nome de Califórnia em 6 de junho de 1941 por Max Wirth, um cidadão suíço.

Em 11 de novembro de 1941 foi elevada a distrito, sendo que em 1 de janeiro de 1945 foi criado o município que recebeu o nome em homenagem ao proeminente cientista brasileiro Oswaldo Cruz.

Possui dois feriados municipais, em 6 de junho (data de fundação da cidade) e 19 de março (dia de São José, padroeiro da cidade).

Desfile de 75 anos, em 2016 – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos

Geografia

O município está localizado no topo do espigão divisor dos Rios Aguapeí e Peixe (também conhecido como Rio Feio), que passam a pouca distância dos limites do município, respectivamente, no lado sul e norte da cidade.

É banhado pelos córregos Valesburgo, Cateto, Drava e Negrinha. Nesse último se situa a estação coletora de água da SABESP que abastece a cidade.

A topografia é levemente ondulada, com declinidade de 0,6% a 0,8%. A altitude média é de 464 metros acima do nível do mar, no centro geográfico da cidade, localizado ao lado da antiga estação ferroviária.

Praça da igreja matriz com monumento à Imigração Japonêsa – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

As terras em sua maioria se constituem do chamado tipo podzolizado, com pequena incidência do lotozol vermelho-escuro, fase arenosa.

A área total do município é de 241 km², sendo que a área urbana ocupa 6,10 km².

O clima é seco para variável, com temperatura média no verão de 23,9°C, e no inverno de 20,7°C. A precipitação pluviométrica anual média é de 1.672mm.

O vento na cidade tem direção predominantemente nordeste, variando entre 10 a 15 km/h, na média.

Demografia

Censo de 2000

População total: 29.648

  • Urbana: 26.141
  • Rural: 3.507
  • Homens: 14.610
  • Mulheres: 15.038

Densidade demográfica (hab./km²): 119,55

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,96

Expectativa de vida (anos): 71,71

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,77

Taxa de alfabetização: 90,18%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,798

  • IDH-M Renda: 0,736
  • IDH-M Longevidade: 0,779
  • IDH-M Educação: 0,880

(Fonte: IPEADATA)

Economia

A cidade se destaca na produção de artigos para balé e dança.

As duas indústrias do ramo instaladas na cidade respondem por mais da metade da produção brasileira.

Seus artigos são exportados para a Europa, Japão e Estados Unidos.

As duas indústrias geram cerca de 3500 empregos diretos e indiretos.

A boa localização da cidade, próxima ao entroncamento de duas importantes rodovias, fez o município se destacar pelo fato de existirem em operação aproximadamente 500 veículos de transporte de carga, em especial grãos, os chamados “caminhões bi-trem graneleiros”.

Essa ocupação gera cerca de 1500 empregos na cidade.

O setor moveleiro também se destaca, estando presente no município uma grande empresa do ramo que gera cerca de 600 empregos.

No setor primário se destaca o emergente setor sucro-alcooleiro.

A tradicional cultura do café tem sido substituída no município pelos canaviais, que geram na cidade negócios de arrendamento e contratos de venda e compra da safra de cana-de- açúcar com uma usina situada em uma cidade vizinha. Há também movimentação econômica com a atividade pecuária de corte e leiteira.

A cidade possui sete agências bancárias e destaca- se o setor de serviços, responsável por cerca de um terço do PIB do município.

Desfile de 75 anos, em 2016 – Faixa de parabéns – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

Educação

A cidade destaca-se pela elevada taxa de alfabetização, superior a 90 %.

Possui cinco escolas municipais de ensino fundamental, quatro escolas estaduais de ensino médio, além de nove creches que oferecem educação pré-escolar.

A cidade também destaca-se no ensino técnico desde 1962, quando foi fundando o Ginásio Industrial, primeira escola técnica da região. A Escola Técnica Amim Jundi que oferece mais de 14 cursos técnicos nas áreas de Gestão, Saúde, Informática, Comércio e Turismo para cerca de 900 alunos da cidade e região e também a escola Etec Amim Jundi é uma das cinco melhores escolas estaduais do país Resultado refere-se ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)

Novamente a Escola Técnica Estadual Amim Jundi, obteve um excelente resultado no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Os dados acabam de ser divulgados pelo Ministério da Educação e referem-se à última prova, realizada em 2009, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A escola está entre as 5 (cinco) melhores escolas estaduais do Brasil, com a pontuação de 674,06. Com o resultado, também conquistou o 1º (primeiro) lugar na classificação da região, considerando todas as escolas, sejam públicas ou particulares. Destacou-se, ainda, no Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (SARESP), sendo a melhor avaliada no município de Osvaldo Cruz.

No ensino superior a cidade ficou para trás com relação a suas vizinhas Adamantina e Tupã que a vários anos já possuem instituições de nível superior. A Faculdade de Educação de Osvaldo Cruz teve seu primeiro vestibular somente em 1998 e atualmente conta com os cursos de Letras, Administração e Pedagogia, além de pós-graduação lato sensu nas mesmas áreas.

Em 2007, em parceira com a UNIDERP, de Campo Grande, a Prefeitura Municipal inaugurou a Faculdade Interativa Municipal Professora Wanda Bastos, que oferece cursos interativos de Administração Hospitalar, Gestão em Micro e Pequenas Empresas, Serviço Social e Contabilidade.

Estádio Municipal Breno Ribeiro do Val – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

Esportes

O Osvaldo Cruz Futebol Clube é o time de futebol da cidade. Foi fundado em 2004 em substituição à Associação Esportiva Osvaldo Cruz que havia falido em 1987 e que tinha disputado campeonatos profissionais de futebol desde a década de 70. Em 2009 disputou a série A3 (terceira divisão) do Campeonato Paulista e consegui se classificar para a disputa da série A2 em 2010.

A União Cruzvaldense de Futebol representa a cidade no futsal. Atualmente disputa o Campeonato Paulista do Interior. Foi campeão paulista da série prata em 1992 e 2006, além de bicampeão da Copa TV Fronteira de Futsal em 20052006 e campeão dos Jogos Regionais de Ourinhos também em 2006.

A cidade já teve muita tradição no basebol, tendo sido campeã sul-americana juvenil em 1956 e também no basquetebolrevelando, entre outras, a jogadora “Magic Paula”. Nos últimos anos, porém, esses esportes foram abandonados na cidade.

Atualmente a cidade conta com uma invejável infra- estrutura esportiva que inclui um moderno conjunto esportivo com três ginásios cobertos, piscina e dois campos de futebol. Todas as quadras poliesportivas nas escolas da cidade são cobertas e existem vários campos de futebol oficial e médio, além de campos de gateball. Por esses motivos a cidade é escolhida frequentemente para sediar os Jogos Regionais, sendo que a última vez que isso ocorreu foi em 2009.

Vista da igreja matriz – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

Religião

A Igreja Católica é predominante na cidade. O município pertence à Diocese de Marília, tendo sido a paróquia de São Joséfundada em 28 de junho de 1946 pelo Monsenhor Víctor Ribeiro Mazzei. A paróquia de Osvaldo Cruz foi desmembrada da paróquia de Parapuã.

O primeiro vigário foi o padre Vítor Boemisch, que assumiu no dia seguinte à criação da paróquia. Na época a paróquia de São José também era responsável pelas capelas de Inúbia Paulista, Vila Drumond ( atual município de Sagres) e Massapé (atual município de Salmourão).

Em 4 de novembro de 1963 o padre Bonifácio Kleinpass inicia as obras da atual Igreja Matriz de São José que é inaugurada oficialmente em 30 de dezembro de 1967. A primeira missa foi rezada pelo então provincial dos Passionistas, padre José Maria Lovera.

Apesar de inaugurada, o projeto original do templo previa a construção de uma torre para um relógio e um sino, obra que não foi executada até os dias atuais.

No dia 19 de março de 1988 foram inaugurados painéis nas laterais da Igreja Matriz com imagens que representam a Via-Sacra. Cada painel tem 29 m² e atualmente são atração turística na cidade.

Outras igrejas importantes e antigas na cidade são a Presbiteriana Independente, que possui o mais antigo coral em funcionamento na cidade, e a Batista. Observou-se nos últimos anos, como em todo país, o crescimento das denominações neo- pentecostais. Possui ainda um templo budista e uma importante e ativa comunidade espírita kardecista.

Av. Presidente Roosevelt – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

História

6 de junho de 1941: Data de fundação da cidade. Marca a primeira missa rezada pelo padre Gaspar Aquino Cortez, da cidade de Bastos, onde hoje se encontra a Praça Lucas Nogueira Garcez.

1941: Eizos Sanuk funda a Casa Califórnia, primeira casa comercial da então Vila Califórnia.

1942: Inaugurada a sede própria do Califórnia Futebol Clube, fundado no ano anterior.

15 de julho de 1942: Nomeadas as duas primeiras professoras: Alice Bernardes da Silva e Vera Alvarenga. A primeira escola funcionava onde hoje é a praça Lucas Nogueira Garcez.

16 de novembro de 1942: A Vila Califórnia, então administrada pelo senhor Walter Wild, é elevada a distrito de Osvaldo Cruz.

9 de abril de 1944: É inaugurado o Cine Teatro São José.

26 de agosto de 1944: É fundado o primeiro banco da cidade, o Bradesco. Era a 21º agência do então nascente banco Mariliense.

30 de novembro de 1944: O distrito de Osvaldo Cruz é elevado à categoria de município.

1 de Janeiro de 1945: Assume o primeiro prefeito municipal, indicado pelo interventor estadual: Crescêncio Miranda.

23 de junho de 1945: É inaugurado o serviço de força e luz, de responsabilidade da Caiuá.

8 de setembro de 1945: Ernesto Molliet funda o Aeroclube de Osvaldo Cruz.

Desfile de 75 anos, em 2016 – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

28 de junho de 1946: Monsenhor Víctor Ribeiro Mazzei funda a Paróquia de São José. No dia seguinte o padre Vítor Boemisch toma posse como primeiro vigário.

30 de julho de 1946: Um assassinato cometido por um descendente de japoneses em um dos bares da cidade desencadeia uma onda de fúria contra a comunidade nipônica da cidade. O tumulto só é controlado com a chegada de tropas do exército sediadas em Tupã.

31 de agosto de 1946: A pista de pouso do Aeroclube é homologada pelo Ministério da Aeronáutica.

1947: O primeiro prefeito eleito toma posse: Orlando Bergamaschi.

1948: É constituída a Câmara Municipal, tendo como primeiro Presidente o sr. Luiz Pereira Borges.

8 de agosto de 1948: Fundação da Primeira Igreja Batista de Osvaldo Cruz, que contava com 77 membros. Wihelm Kalutran é escolhido como o primeiro pastor.

24 de dezembro de 1948: São incorporados os distritos de Salmourão e Sagres.

1 de abril de 1949: Chega o primeiro trem de passageiros.

23 de dezembro de 1949: Um forte vendaval derruba a parede lateral da Igreja Matriz.

26 de fevereiro de 1948: É criada a escola de pilotagem do Aeroclube de Osvaldo Cruz.

1950: É fundado o Bandeirantes Futebol Clube.

Terminal Rodoviário – Osvaldo Cruz (SP) – 76 Anos.

11 de fevereiro de 1950: Kazuji Gushiken funda o primeiro conjunto de cordas da cidade, formado exclusivamente por membros da colônia nipo- brasileira.

22 de novembro de 1951: Início do funcionamento da Rádio Clube de Osvaldo Cruz.

23 de abril de 1952: Ladrões roubam a Igreja Matriz, põe fogo na Sacristia e queimam o presépio, em crime até hoje não desvendado.

1953: O time da cidade é campeão estadual de basquete intercolegial.

30 de agosto de 1953: Inauguração do novo templo da Primeira Igreja Batista, no mesmo local onde se encontra até hoje. O orador foi o pastor Osvaldo Ronis.

30 de dezembro de 1953: O município de Osvaldo Cruz é elevado à categoria de Comarca, é criado o distrito de Lagoa Azul.

1955: Califórnia Futebol Clube e Bandeirantes Futebol Clube se fundem para formar a Associação Atlética Osvaldo Cruz – o Azulão – que passa a disputar a 3ª Divisão do Futebol Estadual.

5 de junho de 1955: É inaugurado o Estádio Breno Ribeiro do Val com um jogo entre o Azulão e a Sociedade Esportiva Palmeiras que venceu o jogo por 8 a 1.

20 de agosto de 1955: Instalado o serviço de telefonia pela TELESP.

18 de outubro de 1956: A cidade é eleita uma das dez de maior progresso no Brasil pelo IBAM.

13 de novembro de 1956: O time da ADOC – Associação Desportiva de Osvaldo Cruz – chega à cidade depois de conquistar o título sul-americano de basebol juvenil.

29 de setembro de 1957: É criado o Coral Boas Novas, da Igreja Presbiteriana Independente, em funcionamento até os dias atuais.

10 de setembro de 1958: Hermínio Elorza funda a Santa Casa de Misericórdia.

18 de fevereiro de 1959: Emancipam os distritos de Sagres e Salmourão, elevados a município.

4 de novembro de 1963: O padre Bonifácio Kleinpass inicia as obras da atual Igreja Matriz.

30 de abril de 1964: Hermínio Elorza renuncia ao cargo de prefeito. O vice-prefeito Nelson Rodrigues assume o cargo.

1965: É feita a primeira ornamentação das ruas para o Corpus Christi, tradição que se mantém até hoje.

5 de dezembro de 1965: Início da construção do Asilo São Vicente de Paula pelo padre Mauro Odoríssio.

1967: A Associação Esportiva Osvaldo Cruz – conhecida simplesmente por “Esportiva” – substitui a Associação Atlética Osvaldo Cruz como o time de futebol da cidade.

30 de dezembro de 1967: Inauguração da atual Igreja Matriz de São José.

1973: A Esportiva disputa o Campeonato Paulista da série B.

Maio de 1982: O Cine Teatro São José exibe sua última película, “O último conflito”, e fecha as portas.

5 de setembro de 1983: Chuva de granizo destrói casas e prédios públicos na cidade e causa prejuízos nas lavouras. Pela primeira vez é decretado estado de calamidade pública no município.

19 de março de 1984: Decreto Municipal institui o dia 19 de março como feriado municipal em honra ao padroeiro da cidade, São José.

1985: Entra em funcionamento a Rádio Califórnia FM.

1987: Afundada em dívidas, a Esportiva encerra as atividades.

Fevereiro de 1987: Inauguração do Tiro de Guerra 02/087.

19 de março de 1988: Inaugurados na Igreja Matriz os afrescos que mostram cenas da Via Sacra.

5 de maio de 1989: Inauguração do berçário Cantinho Dona Alice.

1992: A União Cruzvaldense de Futsal é campeã paulista de futsal da série prata.

17 de fevereiro de 2004: Fundado o Osvaldo Cruz Futebol Clube. Em parceira com o Marília Atlético Clube começa a disputar o Campeonato Paulista de Futebol na série B2.

18 de abril de 2004: O Osvaldo Cruz Futebol Clube faz seu primeiro jogo oficial contra o Prudentino Futebol Clube em Presidente Prudente, vencendo por dois tentos a um.

2005: Osvaldo Cruz Futebol Clube é vice-campeão do Campeonato Paulista da série B e consegue o acesso à série A3. O União Cruzvaldense de Futsal conquista seu primeiro título na Copa TV Fronteira.

2006: Ano bom para o esporte da cidade. Com o quarto lugar no Campeonato Paulista da série A3 o Osvaldo Cruz Futebol Clube consegue o acesso à série A2. E a União Cruzvaldense de Futsal se torna bicampeã do Campeonato Paulista Série Prata e da Copa TV Fronteira – esta de forma invicta – além de conquistar o título de campeão nos Jogos Regionais em Ourinhos.

9 ▒ GALERIA de FOTOS

10 ▒ CRÉDITOS

Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

SITE ► acontecimentosdodia.com

FONTE PRINCIPAL ► WIKIWAND

OUTRAS FONTES de PESQUISA:

Cidades IBGEFilmowAdoro CinemaBIO (facebook)GShowAniv.DiaAniv.FamososHistoryHistory (facebook)

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor

PESQUISA e REALIZAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s