☺ CAPA • Irmã Dulce 103 Anos

▒ CIDADE • Maricá (RJ) 203 Anos

▒ NASCIMENTOS • John Wayne • Peter Cushing • Peggy Lee • Miles Davis • Sivuca • Toni Tornado • Stevie Nicks • Hank Williams Jr. • Sally Ride • Lenny Kravitz • Maria Clara Gueiros • Helena Bonham Carter • Ana Paula Oliveira

▒ FALECIMENTOS • Alberto Ascari • George Gilles de la Tourette • Martin Heidegger • Carlos Eduardo Dolabella • Eddie Albert • Sydney Pollack • Roberto Civita • Manuel Uribe

1 ▒ POSTER e VÍDEOS

GALERIA de VÍDEOS
Principais Vídeos da WEB publicados no Acontecimentos do Dia e outras WEB TVs da Rede Sampaio

2 ▒ NASCIMENTOS

1907John Wayne ▒ John Wayne, nome artístico de Marion Robert Morrison, (Winterset, 26 de maio de 1907 — Los Angeles, 11 de junho de 1979) foi um premiado ator dos Estados Unidos.


1913Peter Cushing ▒ Peter Cushing (Surrey, 26 de maio de 1913 — Cantuária, 11 de agosto de 1994) foi um premiado e renomado ator britânico de cinema, teatro e televisão.


1920Peggy Lee ▒ Peggy Lee (Jamestown, 26 de maio de 1920 — Bel Air, Los Angeles, 21 de janeiro de 2002), nome artístico de Norma Deloris Egstrom, foi uma cantora de jazz tradicional estadunidense conhecida por interpretar as canções “Is That All There Is?” e “Fever”. Ao longo de uma carreira de mais de cinco décadas, Peggy gravou mais de 600 canções e chegou a ser comparada às mais importantes cantoras americanas de sua época, como Billie Holiday e Bessie Smith.


1926Miles Davis ▒ Miles Dewey Davis III (Alton, 26 de maio de 1926 – Santa Mônica, 28 de setembro de 1991) foi um trompetista, compositor e bandleader de jazz norte-americano. Considerado um dos mais influentes músicos do século XX, Davis esteve na vanguarda de quase todos os desenvolvimentos do jazz desde a Segunda Guerra Mundial até a década de 1990.


1930Sivuca ▒ Severino Dias de Oliveira, mais conhecido como Sivuca, (Itabaiana, 26 de maio de 1930 — João Pessoa, 14 de dezembro de 2006) foi um multi-instrumentista, maestro, arranjador, compositor, orquestrador e cantor brasileiro. Suas composições e trabalhos incluem, dentre outros ritmos, choros, frevos, forrós, baião, música clássica, blues, jazz, entre muitos outros.


1930Toni Tornado ▒ Antônio Viana Gomes, mais conhecido como Tony Tornado ou Toni Tornado (Mirante do Paranapanema, 26 de maio de 1932), é um ator e cantor brasileiro. Em 1970 foi o vencedor da fase brasileira do V Festival Internacional da Canção com a canção soul “BR-3”.

1948Stevie Nicks ▒ Stephanie Lynn “Stevie” Nicks (Phoenix, 26 de maio de 1948) é uma cantora e compositora norte-americana que, em sua carreira como cantora da banda de rock Fleetwood Mac e como cantora solo, já vendeu mais de 140 milhões de discos ao redor do mundo. Batizada de “Rainha Reinante do Rock and Roll” em 1981 pela revista Rolling Stone, é considerada um dos “100 Maiores Cantores de todos os Tempos” pela mesma revista.


1949Hank Williams, Jr. ▒ Randall Hank Williams (Shreveport 26 de Maio de 1949) mais conhecido como Hank Williams, Jr. é um cantor, compositor e músico estadunidense.


1951Sally Ride ▒ Sally Kristen Ride (Los Angeles, 26 de maio de 1951 – La Jolla, 23 de julho de 2012) foi uma astronauta dos Estados Unidos e a primeira mulher norte-americana a ir ao espaço, após as soviéticas Valentina Tereshkova (1963) e Svetlana Savitskaya (1982).


1964Lenny Kravitz ▒ Leonard Albert “Tarolo” Kravitz (Nova Iorque, 26 de Maio de 1964) é um cantor, multi-instrumentista, produtor, arranjador e ator norte-americano, cujo estilo incorpora elementos de rock, soul, reggae, hard rock, Rock psicodélico, Folk Rock, e baladas. É o autor de êxitos como “Let Love Rule” (1989), “It Ain’t Over Till It’s Over”(1991), “Are You Gonna Go My Way” (1993), “Fly Away” (1998) e “Again” (2000).E participou em alguns filmes como “Hunger Games 1&2” e “Precious”.


1965Maria Clara Gueiros ▒ Maria Clara Gueiros (Rio de Janeiro, 26 de maio de 1965) é uma atriz, humorista e dubladora brasileira. Na TV, ficou bastante conhecida quando sua personagem Laura no Zorra Total lançou o bordão “Vem cá, te conheço?”. Participou ainda dos seriados A Diarista e Minha Nada Mole Vida, e da novela Mulheres Apaixonadas.


1966Helena Bonham Carter ▒ Helena Bonham Carter, CBE (Londres, 26 de maio de 1966) é uma atriz britânica. Bonham Carter fez sua estreia em filmes na obra de K. M. Peyton, A Pattern of Roses, antes de aparecer em seu primeiro papel patagônico como Lady Jane.

1978Ana Paula Oliveira ▒ Ana Paula da Silva Oliveira (São Paulo, 26 de maio de 1978) é uma jornalista e empresária brasileira. Integra o quadro de arbitragem de futebol da Federação Paulista de Futebol e foi capa da revista Playboy em 2007.

3 ▒ CAPA do DIA

Irmã Dulce

103 Anos

Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (Salvador, 26 de maio de 1914 — Salvador, 13 de março de 1992), mais conhecida como Irmã Dulce.

Beata Dulce dos Pobres ou Bem-Aventurada Dulce dos Pobres,[1][2] recebeu o epíteto de “o anjo bom da Bahia“, foi uma religiosa católica brasileira, que fez muitas ações de caridade e assistência para quem mais precisava.

Irmã Dulce ganhou notoriedade por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados, obras essas que ela praticava desde muito cedo.

Na juventude já lotava a casa de seus pais acolhendo doentes.

Ela também criou e ajudou a criar várias instituições filantrópicas: uma das mais importantes e famosas é o Hospital Santo Antônio, que foi construído no lugar do galinheiro do Convento Santo Antônio.

Hoje atende diariamente mais de cinco mil pessoas.[3]

Irmã Dulce foi uma das mais importantes, influentes e notórias ativistas humanitárias do século XX.

Suas grandes obras de caridade são referência nacional, e ganharam repercussão pelo mundo. Seu nome é sempre relacionado à caridade e amor ao próximo.

Foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz no ano de 1988 pelo então presidente do Brasil, José Sarney, porém não ficou com o título.

Em 2011, foi beatificada pelo enviado especial do Papa Bento XVI, Dom Geraldo Majella Agnelo, em Salvador, sendo a beatificação o último passo antes da canonização. Irmã Dulce pode se tornar a primeira Santa Católica nascida no Brasil.

Em 2001, foi eleita “a religiosa do século XX”, em uma eleição que foi publicada pela revista Isto É.

Em 2012, foi eleita uma dos 12 maiores brasileiros de todos os tempos em pesquisa feita pelo SBT, para eleger a personalidade que mais contribuiu para o país.[5]

Em 2014 o governador da Bahia, Jaques Wagner, instituiu por um decreto a data de 13 de agosto como o Dia Estadual em Memória à Bem Aventurada Dulce dos Pobres.[6][7][8]Contudo, a data não será feriado no estado, por não ter mais vagas disponíveis no calendário local.[6]

Biografia

Maria Rita era filha de Dona Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes e do Doutor Augusto Lopes Pontes, dentista e professor da Universidade Federal da Bahia.

Quando criança, costumava rezar muito e pedia sinais a Santo Antônio, pois queria saber se deveria seguir a vida religiosa ou se casar.

Desde os treze anos de idade, depois de visitar áreas carentes, acompanhada por uma tia, ela começou a manifestar o desejo de se dedicar à vida religiosa.

Começou a ajudar mendigos, enfermos e desvalidos. Nessa mesma idade, foi recusada pelo Convento de Santa Clara do Desterro, em Salvador, por ser jovem demais, voltando a estudar.

Então, e sendo este o motivo pelo qual não foi aceita, a menina Maria Rita tinha boas referências para procurar o Convento do Desterro, pois o mesmo já gozava da boa fama de ter tido veneráveis religiosas, como a Madre Vitória da Encarnação, primeira religiosa brasileira com fama de santidade, falecida em 1715, a Madre Maria da Soledade e a Madre Margarida da Coluna, que juntas são chamadas de as Três santas do Desterro.

Irmã Dulce com Madre Teresa de Calcutá.

Já em 1730, escrevia sobre as virtuosas religiosas deste convento, Sebastião da Rocha Pita, no seu livro História da América Portuguesa:

Foi crescendo com o amor de Deus a pureza nas religiosas em tal grau, que competiam em santidade, e faleceram algumas admiráveis em prodigiosa penitência e com notável opinião, entre as quais se conta a madre Soror Victória da Encarnação, cuja vida anda escrita por ilustríssima pena, que foi a do senhor D. Sebastião Monteiro da Vide, arcebispo da Bahia, que com vôos de águia soube registrar as luzes daquele extático sol.[9]

Com o consentimento da família e o apoio de sua irmã, Dona Dulcinha, a menina foi transformando a casa da família, na Rua da Independência, 61, no bairro de Nazaré, num centro de atendimento à pessoas necessitadas.

A casa ficou conhecida como “a portaria de São Francisco”, tal o número de carentes que se aglomeravam a sua porta.

Em 8 de fevereiro de 1933, logo após se formar professora primária (1932), Maria Rita entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, na cidade de São Cristóvão, em Sergipe. Em 13 de agosto de 1933, após seis meses de noviciado, ela fez sua profissão de fé e votos perpétuos, tomando o hábito de freira e recebendo o nome de Irmã Dulce, em homenagem a sua mãe, aos 19 anos de idade.[4]

Em seguida (1934), voltou a Salvador. Sua primeira missão como religiosa foi ensinar em um colégio mantido pela sua congregação, na Cidade Baixa, além de também assistir as comunidades pobres da região.

Em 1936, com apenas 22 anos, fundou, com Frei Hildebrando Kruthanp, a União Operária São Francisco, primeiro movimento cristão operário da Bahia.

No ano seguinte, sempre com Frei Hildebrando, criou o Círculo Operário da Bahia, mantido com a arrecadação de três cinemas que ambos haviam construído através de doações.[10] Tinham como finalidade a difusão das cooperativas, a promoção cultural e social dos operários e a defesa dos seus direitos.[11]

Em maio de 1939, Irmã Dulce inaugurou o Colégio Santo Antônio, voltado para os operários e seus filhos.

No mesmo ano, para abrigar doentes que recolhia nas ruas, Irmã Dulce invadiu cinco casas na Ilha do Rato, em Salvador.

Depois de ser expulsa do lugar, teve que peregrinar durante uma década, instalando os doentes em vários lugares, até transformar em albergue o galinheiro do Convento de Santo Antônio, que mais tarde deu origem ao Hospital Santo Antônio, centro de um complexo médico, social e educacional que continua atendendo aos pobres.[3]

Mesmo com a saúde frágil, Irmã Dulce construiu e manteve uma das maiores e mais respeitadas instituições filantrópicas do país — as Obras Sociais Irmã Dulce.[12]

Em 1980, durante a primeira visita do Papa João Paulo II ao Brasil, Irmã Dulce foi convidada a subir ao altar para receber uma bênção especial. O Papa retirou do bolso um rosário e ofereceu a ela dizendo: “Continue, Irmã Dulce, continue“.[13]

Irmã Dulce, religiosa brasileira – com o Papa e militares da ditadura brasileira ao fundo.

Em 1988, foi indicada para o Prêmio Nobel da Paz, pelo então presidente do Brasil José Sarney, com o apoio da rainha Silvia da Suécia.[13][14]

Em 2000, foi distinguida pelo Papa João Paulo II com o título de Serva de Deus.

O processo de beatificação de Irmã Dulce tramitou na Congregação para as Causas dos Santos do Vaticano.[15]

Irmã Dulce, religiosa brasileira com Madre Teresa de Calcutá, que visitava Salvador.

Entre os diversos estabelecimentos que Irmã Dulce fundou estão o Hospital Santo Antônio, capaz de atender setecentos pacientes e duzentos casos ambulatoriais.

O atendimento médico conta com especialização geriátrica, cirúrgica, hospital infantil, centro de atendimento e tratamento de alcoolismo, clínica feminina, unidade de coleta e transfusão de sangue, laboratórios e um centro de reabilitação e prevenção de deficiências.

Além do hospital, Irmã Dulce também criou o Centro Educacional Santo Antônio (CESA), instalado em Simões Filho, que abriga mais de trezentas crianças de 3 a 17 anos.

No Centro, os jovens têm acesso a cursos profissionalizantes. Irmã Dulce fundou também o “Círculo Operário da Bahia”, que, além de escola de ofícios, proporcionava atividades culturais e recreativas.

Durante mais de cinquenta anos de entrega total à caridade e amor ao próximo, em 11 de novembro de 1990, Irmã Dulce começou a apresentar problemas respiratórios, sendo internada no Hospital Português da Bahia, depois transferida à UTI do Hospital Aliança e finalmente ao Hospital Santo Antônio.

Em 20 de outubro de 1991, recebe no convento, em seu leito de morte, a segunda visita do Papa João Paulo II ao Brasil para receber a bênção e a extrema unção.[13][17]

O “anjo bom da Bahia” morreu em seu quarto, de causas naturais, aos setenta e sete anos, às 16:45 do dia 13 de março de 1992, ao lado de pessoas queridas por ela, como as irmãs do convento.

Seu corpo foi sepultado no alto do Santo Cristo, na Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia e depois transferido para a Capela do Hospital Santo Antônio, centro das Obras Sociais Irmã Dulce.

Beatificação

A 21 de janeiro de 2009, a Congregação para as Causas dos Santos do Vaticano anunciou o voto favorável que reconhece Irmã Dulce como venerável. [18]

A 3 de abril de 2009, o Papa Bento XVI aprovou o decreto de reconhecimento de suas virtudes heroicas.

No dia 9 de junho de 2010, o corpo de Irmã Dulce foi desenterrado, exumado, velado e sepultado pela segunda vez, sendo este o último estágio do processo de beatificação.

No dia 27 de outubro de 2010, foi anunciada pelo cardeal arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Geraldo Majella Agnelo, em coletiva de imprensa realizada na sede das Obras Sociais Irmã Dulce, a beatificação da religiosa Irmã Dulce, tornando-a a primeira bem-aventurada da Bahia.[19] [20]

O anúncio foi sucedido pelo decreto em 10 de dezembro de 2010 e aconteceu após o reconhecimento de um milagre pela intercessão da religiosa na recuperação de uma mulher sergipana, que havia sido desenganada pelos médicos após sofrer uma hemorragia durante o parto.[21]

No dia 22 de maio de 2011, Irmã Dulce foi beatificada em Salvador, e passou a ser reconhecida como “Bem-Aventurada Dulce dos Pobres”.

A Solene Eucaristia de Beatificação foi presidida pelo enviado especial do Papa Bento XVI, Dom Geraldo Majella Agnelo, arcebispo emérito de Salvador.[1][2] [4]

Mesma ocasião em que o dia 13 de agosto se tornou, oficialmente, a data da celebração de sua festa litúrgica, que é comemorada em Salvador, e em pelo menos 28 igrejas e capelas de outros estados.[4] É também comemorada pela Igreja Episcopal Anglicana do Brasil. Contudo, sua festa litúrgica é celebrada em 13 de março nessa denominação.[22]

Na mídia

Em 27 de novembro de 2014 estreou o filme biográfico sobre Irmã Dulce, intitulado Irmã Dulce e rodado inteiramente em Salvador, mostra a trajetória da freira na infância, fase adulta e últimos anos de vida. Narra seu ativismo social desde a época da juventude até a construção das Obras Sociais Irmã Dulce.[12][23][24][25]

Frases

“Miséria é a falta de amor entre os homens.”

“Há momentos em que nos sentimos abandonados porque nos esquecemos da onipotência de Deus. Ele tudo vê. Então é preciso acreditar e ter a certeza que nada é impossível aos olhos Dele.”

“O amor supera todos os obstáculos, todos os sacrifícios. Por mais que fizermos, tudo é pouco diante do que Deus faz por nós.”

Irmã Dulce

103 Anos

(Salvador, 26 de maio de 1914 — Salvador, 13 de março de 1992)

4 ▒ ACONTECIMENTOS


1999Mpule Kwelagobe, de Botswana, é coroada Miss Universo 1999, realizado em Trinidad & Tobago, sendo a 1ª miss de seu país a conquistar a coroa.



2004 – O Futebol Clube do Porto vence a 2ª Liga dos Campeões em sua história.


  • 2006 – Lançamento da primeira versão do Back Track, sistema operacional Linux baseado no Ubuntu. É focado em testes de seguranças e testes de penetração (pen tests), muito apreciada por hackers e analistas de segurança, podendo ser iniciado diretamente pelo CD (sem necessidade de instalar em disco), mídia removível (pendrive), máquinas virtuais ou direto no disco rígido.
  • 2011Ratko Mladić, autor do Massacre de Srebrenica, é preso na Sérvia.

5 ▒ FALECIMENTOS

1955Alberto Ascari ▒ Alberto Ascari (Milão, 13 de julho de 1918 — Monza, 26 de maio de 1955) foi um piloto de fórmula 1 e uma das primeiras estrelas da Ferrari.  Ascari , junto a Varzi é considerado o melhor piloto italiano depois de Nuvolari, ambos seguidos, de acordo com uma quase unanimidade por Nino Farina.


1904George Gilles de la Tourette ▒ Georges Albert Édouard Brutus Gilles de la Tourette (Saint- Gervais-les-Trois-Clochers, 30 de outubro de 1857 — Lausanne, 26 de maio de 1904) foi um médico francês, epônimo da síndrome de Tourette, um transtorno neurológico.


1976Martin Heidegger ▒ Martin Heidegger (Meßkirch, 26 de setembro de 1889 – Friburgo em Brisgóvia, 26 de maio de 1976) foi um filósofo, escritor, professor universitário e reitor alemão. Ele é visto como o ponto de ligação entre o existencialismo de Kierkegaard a fenomenologia de Husserl.


2003Carlos Eduardo Dolabella ▒ Carlos Eduardo Bouças Dolabella (Rio de Janeiro, 11 de junho de 1937 — Rio de Janeiro, 26 de maio de 2003) foi um ator brasileiro. Foi casado com a atriz Pepita Rodríguez, e tiveram um filho, o ator Dado Dolabella. Carlos Eduardo era diabético, e em 2002 sofreu um infarto. Por causa de complicações cardíacas, foi hospitalizado em fevereiro de 2003 e ficou internado até a sua morte.

2005Eddie Albert ▒ Edward Albert Heimberger (Rock Island, 22 de abril de 1906 – Los Angeles, 26 de maio de 2005), melhor conhecido como Eddie Albert, foi um ator estadunidense. Ele também foi humanitarista, ativista e veterano da II Guerra Mundial.


2008Sydney Pollack ▒ Sydney Pollack (Lafayette, 1 de julho de 1934 — Los Angeles, 26 de maio de 2008) foi um cineasta, produtor e ator estadunidense. Pollack teve seus dois grandes sucessos de bilheteira, aclamados pela crítica com Tootsie/Quando Ele Era Ela e Entre Dois Amores/África Minha, que ganhou o Oscar de melhor filme de 1985 e deu a Pollack o de melhor diretor.


2013Roberto Civita ▒ Roberto Civita (Milão, 9 de agosto de 1936 – São Paulo, 26 de maio de 2013) foi um empresário brasileiro, presidente do Conselho de Administração e diretor editorial do Grupo Abril, além de presidente da Fundação Victor Civita, editor da revista Veja e presidente do Conselho de Administração da Abril Educação. Foi casado com Maria Antônia Civita.


2014Manuel Uribe ▒ Manuel Uribe (Monterrey, 11 de junho de 1965 — Monterrey, 26 de maio de 2014) Foi um recordista de obesidade mexicano, chegando a pesar 599 Kg. Ficou famoso ao entrar para o Guinness World Records, como o homem mais pesado vivo na época.

6 ▒ FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

Brasil

  • Dia Nacional de Combate ao Glaucoma criado pela Lei nº 10.456, de 13 de maio de 2002
  • Dia do Revendedor Lotérico

Portugal

7 ▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

8 ▒ CIDADES ANIVERSARIANTES

Dia Mês Código Nome da cidade
26 05 170030 Aguiarnópolis (TO)
26 05 170305 Bandeirantes do Tocantins (TO)
26 05 290320 Barreiras (BA)
26 05 260260 Brejo da Madre de Deus (PE)
26 05 260280 Buíque (PE)
26 05 110060 Cacaulândia (RO)
26 05 170460 Chapada de Areia (TO)
26 05 170625 Crixás do Tocantins (TO)
26 05 250690 Itabaiana (PB)
26 05 171245 Luzinópolis (TO)
26 05 330270 Maricá (RJ)
26 05 171550 Oliveira de Fátima (TO)
26 05 171845 Pugmi (TO)
26 05 412350 Santa Helena (PR)
26 05 171889 Santa Rita do Tocantins (TO)
26 05 172000 Santa Terezinha do Tocantins (TO)
26 05 172097 Talismã (TO)
26 05 172125 Tupirama (TO)
26 05 421900 Urussanga (SC)

MaricáRJ

203 Anos

26 de maio de 1814

marica.rj.gov.br

Maricá é um município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no Estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Possui uma população de 149,876 habitantes (IBGE/2016).

Localização de Maricá no Rio de Janeiro.

Localiza-se a 22º55’10” de latitude sul, 42º49’07” de longitude oeste, a 5 metros de altitude.

O território municipal estende-se por 362,480 km² e é dividido em quatro distritos: Maricá (sede), Ponta Negra, Inoã e Itaipuaçu.

O acesso ao município pode ser feito tanto pela RJ-106 (Rodovia Amaral Peixoto), que liga o município às cidades de Niterói, São Gonçalo e Saquarema, quanto pela RJ-114, que faz a conexão com o município de Itaboraí e as rodovias RJ-104 e BR-101.

Praia de Itaipuaçu – Maricá (RJ) 203 Anos.

O município de Maricá também é conhecido por suas propriedades rurais – chácaras e grandes fazendas –, muitas delas ricas em conteúdo histórico. O trem também já passou pela cidade – ainda hoje se encontram resquícios daquela época, como estações, trilhos, um túnel e uma ponte no bairro de Inoã, com a inscrição da Estrada de Ferro Maricá.

O município possui um aeroporto, não ativo em transporte humano, conhecido como Aeroporto de Maricá, localizado no centro urbano.

Topônimo

Existem três explicações para a origem do nome “Maricá”. A primeira que seria originária do tupi antigomaraká, vem do nome de uma planta leguminosa [5].A segunda, também de origem tupi- guarani, significa “espinheiro”, cuja origem está numa árvore nativa da região.[6]A terceira origem do nome deriva do indo-europeu “mori”,que significa lago ou charco. [7]

História

As primeiras ocupações humanas em Maricá datam provavelmente do século XI, quando se tem conhecimento de que a região foi invadida por povos tupis procedentes da Amazônia, que expulsaram os antigos habitantes, falantes de línguas do tronco linguístico macro-jê, para o interior do continente.

No século XVI, quando os primeiros europeus chegaram à região, ela estava ocupada pela nação tupi dos tupinambás, também chamados tamoios.[8]

Desde essa época, a região já aparecia nos mapas portugueses com o nome “Maricahaa”.[9]

Nas últimas décadas desse século, a região começou a ser dividida em sesmarias pelos portugueses, como a de Antônio de Mariz, a de Manoel Teixeira e a de Duarte Martins Moirão. Em 1584, o padre jesuíta José de Anchieta passou pela lagoa de Maricá, onde teria efetuado uma “pesca milagrosa”.[10]

Instituto Evandro Chagas – Maricá (RJ) 203 Anos

Em 1635, foi fundada a fazenda São Bento, pertencente aos monges beneditinos do Rio de Janeiro.[11]

Porém as atividades econômicas das propriedades da região (extrativismo, agricultura e pecuária) eram prejudicadas pela malária. Em 1675, foi erguida a capela de São José do Imbassaí.[12] Em 1755, foi criada a Freguesia de Santa Maria de Maricá: o nome era uma homenagem à rainha Maria I de Portugal.

A primeira capela de Nossa Senhora do Amparo foi construída na segunda metade do século XVII.

Em 1755, com a criação da Freguesia de Santa Maria de Maricá, a capela Nossa Senhora do Amparo separou-se da Freguesia de Santo Antonio de Sá e recebeu o título de paróquia.[13] Em 1788 foi erguida a atual capela de Nossa Senhora do Amparo, cujas obras começaram no século XVIII, mas só foram finalizadas no século seguinte.[14] No final do século XIX, foi construída uma estrada de ferro que cortou a região, propiciando a escoação da pesca e das bananas de Maricá para os mercados de Niterói e São Gonçalo.

Na mesma época, a abolição da escravidão no Brasil causou grandes prejuízos à agricultura local, que se baseava na mão de obra escrava.

Em meados do século XX, a construção da rodovia Amaral Peixoto estimulou a indústria da construção civil, o turismo e o comércio na cidade. Atualmente, a cidade é uma das que recebem mais royalties derivados do petróleo no estado do Rio de Janeiro.

Praia da Capelinha – Maricá (RJ) 203 Anos

Charles Darwin

No dia 8 de abril de 1832, a equipe do naturalista inglês Charles Darwin, composta por sete membros, chegou à localidade de Itaocaia.

Embarcados no navio Beagle, os viajantes partiram da Inglaterra com a missão de fazer a cartografia de novas rotas de navegação e descobrir recursos naturais que pudessem ser comercializados.

Depois de passarem por alguns campos cultivados, entraram numa floresta descrita por Darwin em seus diários na região de Maricá.[18]

Nesta estrada entre Maricá e Niterói, Darwin teve um de seus primeiros contatos com a biodiversidade da Mata Atlântica. Ele se hospedou na fazenda Itaocaia, localizada no Parque Estadual da Serra da Tiririca, em Maricá, e percorreu um trecho de 2,2 quilômetros pesquisando pela região.

Darwin viajou pelo norte fluminense subindo a Serra da Tiririca, em Niterói, passando por Maricá, Rio Bonito, Itaboraí Saquarema, Araruama, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Barra de São João, Macaé e Conceição de Macabu.

Em alguns desses lugares, descreveu construções, a natureza e o clima em seu diário de viagens, como no caso da Fazenda Itaocaia, em Maricá, a Estrada do Vai e Vem, a qual percorreu quando viajava pela região de Niterói e ruínas da Fazenda Campos Novos, em Cabo Frio. Em seu diário, destacou o colorido da paisagem, observou uma floresta de acácias, em Itaboraí, e as samambaias de Conceição de Macabu.

Descreveu alguns animais que mais o interessaram, como insetos. Darwin passava os dias coletando, observando e estudando o comportamento desses animais e suas anotações foram utilizadas para a formulação da Teoria da Evolução e o princípio da seleção natural.[19]

O navio Beagle deixou o Brasil em 5 de julho de 1832, dirigindo-se a Montevidéu, dando continuidade à expedição.

Em agosto de 1936, o navio retornou ao Brasil em outra expedição, fazendo suas últimas paradas em Salvador e Recife.

Hoje existe um projeto que busca revitalizar o percurso feito por Darwin, em 1832. O projeto surgiu com as trilhas das comemorações feitas pelos 200 anos de nascimento do naturalista inglês, no ano de 2009. Em Maricá, a trilha faz parte do projeto Caminhos de Darwin e se localiza no Parque Estadual da Serra da Tiririca, cortando as cidades de Niterói e Maricá.[20]

Geografia

Maricá é rodeada por maciços costeiros.

As serras principais são: Calaboca, Mato Grosso (onde se localiza o ponto mais alto do Município – o Pico da Lagoinha, com 890 metros), Lagarto, Silvado, Espraiado e Tiririca.

O município apresenta um grande complexo lagunar que contempla as lagoas de Maricá, Barra de Maricá, do Padre, Guaripina e Jaconé, além dos canais de Ponta Negra e de Itaipuaçu que ligam as lagoas ao mar.

Também é conhecida por suas praias oceânicas, dentre as quais destacam-se as de Jaconé, Ponta Negra, Barra de Maricá, do Francês e Itaipuaçu. A topografia peculiar cria um ambiente propício à prática de esportes como voo livre, trekking e mountain bike, entre outros.

A Serra da Tiririca, entre Maricá e Niterói, é um parque estadual com um valioso trecho de mata atlântica.

Atualmente a Área de proteção ambiental da restinga é ameaçada por projetos presunçosos de resorts na área. [21].

Hidrografia

Maricá é um município que apresenta um dos maiores complexos lagunares do estado denominado Maricá-Guarapina, com rios, lagoas, riachos e brejos.

O sistema lagunar é formado pelas lagoas Brava, de Maricá, da Barra, do Padre e Guaripina. A Lagoa de Jaconé fica isolada a leste na divisa com Saquarema.

O território municipal corresponde à bacia hidrográfica do grande sistema lagunar, um fato bastante raro.

Desta forma, praticamente todos os rios nascem e deságuam dentro do município. Seu principal rio é o Ubatiba/Mombuca, que não passa dos 20 metros de largura, mas que abastece o Centro da cidade e alguns bairros. Maricá também tem canais artificiais que ligam o complexo lagunar ao mar como os canais de Ponta Negra e Itaipuaçu.

A abertura desses canais nos anos 1950 terminou com o regime natural de abertura de barra que acontecia entre Barra e Guaratiba.

O município possui orla ininterrupta com extensão de 32.887 metros aproximadamente, desde o início da Praia de Itaipuaçu, próximo à Pedra do Elefante, até a Serra de Jaconé, na Praia de Jaconé.

Academia de Ciências e Letras de Maricá. Fundada, em 30 de agosto de 1975.

Inicialmente ocupava um espaço da Câmara Municipal, posteriormente ficou sem um espaço fixo, em consequência de obras no local.

Após o termino da obra, não pôde retornar para o prédio da Câmara por exigências da Divisão do Patrimônio Histórico.

Autorizada pelo ex-prefeito Luciano Rangel, ocupou espaço à Rua Ribeiro de Almeida, no Centro de Maricá. Mais tarde foi deslocada para o prédio onde é a Casa de Cultura. Atualmente se localiza na Rua Álvares de Castro, 103.

Colégio Cenecista – Comemoração dos 64 anos da CNEC – Maricá (RJ) 203 Anos

Arte e literatura

Vida cultural e literária

Festa Literária de Maricá (FLIM). A primeira Festa Literária de Maricá aconteceu entre os dias 16 e 31 de outubro de 2013 e causou grande curiosidade entre a população, devido a grande estrutura que estava sendo montada na praça Orlando de Barros Pimentel, centro de Maricá.

A festa foi realizada pela prefeitura (responsável pela segurança e apresentações) em parceria com a Associação Brasileira do Livro (ABL) (responsável pela estrutura).

O principal objetivo dessa festa é incentivar a leitura em papel, principalmente para os alunos da rede municipal de educação, por isso os alunos e servidores receberam tickets com um determinado valor para que trocassem por livros e também deu a oportunidade a novos autores de expor suas obras tendo um maior contato com seu público.

Todas as escolas municipais fizeram excursões até a feira com seus alunos, para que os mesmos comprassem os livros.

Foram montados vários estandes de vendas de todos os tipos de livros e também um palco onde foram realizadas apresentações culturais.

A Festa teve uma 2ª edição, nos mesmos dias, em 2014.

Transportes

Maricá é uma cidade que passou a fazer parte da região metropolitana, a partir de 1975 e que recebe grande influência de Niterói e do Rio de Janeiro.

É um município de fácil acesso tanto por terra como por ar e mesmo sendo uma localidade litorânea, não tem porto.

O transporte intermunicipal é feito pela Viação Nossa Senhora do Amparo, ligando o centro do município ao Rio de Janeiro e Niterói. Há também os ônibus saindo de Itaipuaçu regularmente com destino às mesmas cidades. Existe um serviço especial com ônibus saindo do distrito de Ponta Negra em direção à cidade do Rio de Janeiro, e vice-versa, em horários de pico para desafogar os veículos que saem do centro da cidade.

O transporte municipal é feito pelas viações Costa Leste, Nossa Senhora do Amparo e a Empresa Publica de Transporte (empresa operada pela prefeitura que oferece serviço de transporte publico e gratuito) Os ônibus partem do Terminal Rodoviário Jacinto Luis Caetano (homenagem ao fundador da Viação Nossa Senhora do Amparo).

Rodoviário

  • RJ-106, a rodovia Amaral Peixoto. Começa no distrito de Tribobó (São Gonçalo), corta Maricá de oeste a leste, passa por Araruama, Macaé, Quissamã e acaba em Campos. É a principal rodovia de Maricá e uma das principais do estado. Ela é duplicada de Tribobó até a entrada da cidade de Maricá (km. 30,5), passando a ser pista simples deste ponto até a Serra do Mato-Grosso (km. 45).
  • RJ-102, a Avenida Central Litorânea. Começa em Niterói e vai beirando o mar até Armação dos Búzios. Passa pelos distritos de Itaipuaçu e Ponta Negra e pelos bairros de: Zacarias, Jardim Atlântico, Guaratiba, Cordeirinho e Jaconé, todos litorâneos.
  • RJ-114, corta o município de norte a sul e faz ligação com os bairros de Ubatiba e Barra de Maricá. Entre o centro e a Barra ela é chamada de Avenida Ivan Mundim,esta em ótimo estado.
  • RJ-118, Acesso ao distrito de Ponta Negra, na altura do km. 43 da RJ-106, passando pelos bairros de Bananal, Jaconé e retornando na direção da RJ-106, na localidade de Sampaio Corrêa, já no Município de Saquarema. É possível chegar a três destinos de lá.

Aeroporto

O aeroporto de Maricá está autorizado a operar aeronaves de pequeno porte e jatos executivos leves, porém era utilizado principalmente por escolas de aviação civil até essas escolas serem impedidas de operar no aeroporto por indícios de corrupção. Com 1200m e pista asfaltada, Maricá tem um dos principais aeródromos da região estando localizado próximo à Lagoa de Araçatiba.

O Aeroporto encontra-se fechado.

Demografia

É um dos municípios de maior ritmo de crescimento populacional do estado. Sua população em 2004 era de 92.227 habitantes, passando a 105.294 em 2007, e 123.492[29] em 2009.

É importante ressaltar que Maricá, cada vez mais, abriga uma população de origem metropolitana.

Turismo

Praias

A cidade atrai turistas para suas praias oceânicas de águas límpidas e gélidas de mar aberto, sendo elas: Recanto, Itaipuaçu, Francês, Guaratiba, Bambui, Cordeirinho, Barra de Maricá, Ponta Negra, Jaconé e Sacristia, além das prainhas presentes nas ilhas

Também há praias lacustres, de águas esverdeadas e mornas, populares para famílias com crianças pequenas, estas sendo as da Lagoa da Barra, Araçatiba e Jacaroa

Carnaval

O “Maricarnaval”, como é informalmente chamado o Carnaval em Maricá é comemorado de forma análoga à da maioria das cidades médias e grandes do estado do Rio. São comuns as bandas carnavalescas, blocos e há também desfiles das escolas de samba[39], sendo que nos últimos anos da década de 2000.

A maior escola de samba da cidade atualmente é a União de Maricá que desfila Na Serie C do carnaval carioca.

No carnaval de 2014, a cidade foi homenageada pela Acadêmicos do Grande Rio, no enredo: “Verdes olhos sobre o mar, no caminho: Maricá”.

Bloco do Beijo no Carnaval – Maricá (RJ) 203 Anos

Aldeias Indígenas em Maricá

Atualmente existem duas aldeias indígenas instaladas em Maricá, a aldeia Tekoa Ka’auguy Hovy Porã e a aldeia Ara Owy Rê.

Aldeia Tekoa Ka’aguy Hovy Porã

A aldeia antes chamada Tekoá Itarypú, em português Aldeia do Som da Água da Pedra, logo depois foi renomeada como Tekoá Mboy-ty, em português Aldeia Semente.

Natural de Parati-Mirim, Parati-RJ. Em 2008 migrou para Camboinhas, Niterói-RJ com o objetivo de ocupar uma área considerada um território sagrado, onde existem cemitérios indígenas. Mas essa ocupação acabou em um incêndio criminoso na tentativa de expulsar os indígenas do local. [40]

Diante do acontecido, o prefeito de Maricá, Washigton Quaquá ofereceu para os indígenas três áreas públicas, nos bairros de Bambuí, Ponta Negra e Caxito, mas eles negaram. [41] Com essa negação, o município ofereceu doar uma área na restinga da cidade, proposta que foi aceita pelos indígenas. [42] Entretanto, essa doação, feita pelo prefeito, foi contestada pela empresa internacional IDB Brasil, que tem um projeto de construir um Resort luxuoso no local. Atualmente, a ideia é a aldeia passar a ser uma aldeia turística compondo um empreendimento turístico, juntamente com o Resort . [43]

Hoje a aldeia está localizada no distrito de Itaipuaçu, no bairro de São José do Imbassaí com 62 indígenas Guaranis M’Byá e agora com o nome Aldeia Tekoa Ka’aguy Hovy Porã, que em português significa Aldeia Mata Verde Bonita. [44]

Aldeia Ara Owy Re

A Aldeia Ara Owy Re, que em português significa Aldeia Sítio do Céu, é natural de Porto Alegre-RS que em 2000 migrou para Aracruz-ES, com o objetivo de visitar parentes e em 2013 se instalou em Maricá-RJ.

A aldeia hoje é formada por 26 indígenas Guaranis M’Byá e está localizada no Parque Estadual da Serra da Tiririca, na Morada das Águias, no distrito de Itaipuaçu. De acordo com o Jornal O Dia, os indígenas vivem em uma condição precária, sem luz e sem água encanada. [45] Diante da situação, o prefeito de Maricá Washington Quaquá anunciou que irá comprar um terreno para abrigar a aldeia. [46]

9 ▒ GALERIA de FOTOS

10 ▒ CRÉDITOS

Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

SITE ► acontecimentosdodia.com

FONTE PRINCIPAL ► WIKIWAND

OUTRAS FONTES de PESQUISA:

Cidades IBGEFilmowAdoro CinemaBIO (facebook)GShowAniv.DiaAniv.FamososHistoryHistory (facebook)

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor

PESQUISA e REALIZAÇÃO

Anúncios

Escrito por Paul Sampaio

PAUL SAMPAIO CHEDIAK ALVES é professor, locutor, apresentador de rádio e TV, web designer e diretor fundador da REDE SAMPAIO de Televisão e Sites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s